Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Breaking Bad: Aaron Paul diz que recebeu nenhum dinheiro com sucesso da série na Netflix

Em manifestações, elenco de Breaking Bad falou sobre importância na mudança de pagamento dos serviços de streaming

Redação Publicado em 04/09/2023, às 10h05

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Breaking Bad (Foto: Reprodução/AMC)
Breaking Bad (Foto: Reprodução/AMC)

Uma das séries mais aclamadas dos últimos anos, Breaking Bad fez bastante sucesso no catálogo da Netflix pelo mundo, mas isso rendeu nenhum centavo para os atores envolvidos na produção criada por Vince Gilligan, como a dupla de protagonistas, Aaron Paul (Jesse Pinkman) e Bryan Cranston (Walter White). As informações são do The Independent.

Na última terça, 29, o elenco do seriado fez um apelo à Alliance of Motion Picture and Television Producers (AMPTP na sigla ou "Aliança de Produtores de Cinema e Televisão," na tradução livre), que travou negociações com sindicato dos atores (SAG) e dos roteiristas (WGA) de Hollywood - ambas instituições querem maior compensação financeira e algumas exigências em relação à Inteligência Artificial (IA).

+++LEIA MAIS: Greve dos atores e roteiristas: elenco de Breaking Bad comparece às manifestações

Vale lembrar como ambas as guildas querem resolver os problemas provocados pelo domínio dos serviços de streaming, responsáveis por mudar a maneira como as pessoas de Hollywood são pagas, desde atores até outros integrantes de produção.

"A forma como as coisas foram estruturadas há 10 anos fazia muito sentido e tornou mais possível para atores do tipo jornaleiro, atores intermediários que estão trabalhando duro ou duro," afirmou Jesse Plemons, intérprete de Todd.

+++LEIA MAIS: Breaking Bad: O que aconteceria com Walter se Saul Goodman não existisse?

Em seguida, Aaron Paul desabafou sobre a injustiça que os atores passam com streaming: "Para ser totalmente honesto, recebo nenhum centavo da Netflix sobre Breaking Bad e isso é uma loucura para mim. Acho que muitos desses streamers sabem que estão fugindo por não pagar às pessoas um salário justo e agora é hora de desembolsar."

"Não estamos fazendo deles inimigos. Eles não são vilões," complementou Bryan Cranston. "Estas são pessoas com quem todos trabalharemos novamente em algum momento. Queremos apenas que eles vejam a realidade."

+++LEIA MAIS: Breaking Bad: Walter White é narcisista desde o 1º episódio, diz psiquiatra