Mãe de Britney, Lynne Spears teria drogado e armado golpe contra cantora, afirma prima Alli Sims

Segundo prima de Britney Spears, a mãe da cantora, Lynne Spears, teria armado um plano para interná-la contra a vontade dela em 2007

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 12/08/2021, às 18h47 - Atualizado às 18h49

None
Britney Spears (Foto: Chris Pizzello/Invision/AP)

2007 foi um ano marcante para Britney Spears. Na época, a cantora pop foi rotulada de "estrela em declínio" ao ser fotografada careca, golpear um paparazzi com um guarda-chuva e ser internada em uma clínica de reabilitação. Agora, o caso Britney ganhou um novo capítulo após Alli Sims, prima de Britney, acusar a mãe da cantora, Lynne Spears, de drogar a filha e interná-la contra vontade dela em 2007.

Segundo Sims, a mãe de Britney, Lynne Spears, teria a drogado e armado um golpe para poder internar a filha em uma clínica de reabilitação contra a vontade dela. Para isso, teria amassado comprimidos tranquilizantes em uma garrafa de Red Bull e, assim, a estrela do pop ficou inconsciente e, após isso, foi internada.

+++ LEIA MAIS: Free Britney do início ao fim: entenda o caso que envolve a liberdade da cantora

A história foi revelada por meio do Instagram da prima de Britney, onde publicou um texto e comentou sobre as acusações serem verdadeiras. Britney não se manifestou. Confira um print do comentário: 


Caso Britney: quais são as atualizações? 

No início de julho de 2021, a cantora revelou o desejo de ver o pai, Jamie Spears, removido do cargo de co-conservador, cargo que ocupa há 13 anos. Recentemente, Britney também foi autorizada a escolher o próprio advogado após trabalhar com um profissional nomeado pelo tribunal, quem se retirou do caso. Agora, Matthew Rosengart está responsável pela defesa da estrela do pop. 

+++ LEIA MAIS: Britney Spears cita #FreeBritney pela primeira vez: ‘Só sabem metade da situação’


+++ FIUK: 'TENHO ROCK NA VEIA DESDE CRIANÇA' | ENTREVISTA | RS