Cassandra Peterson, a Elvira, acusa atleta Wilt Chamberlain de abuso sexual; entenda

Em livro, Cassandra Peterson, atriz de Elvira, detalha noite em que foi supostamente abusada pelo jogador da NBA Wilt Chamberlain

Redação Publicado em 28/09/2021, às 16h52

None
Cassandra Peterson como Elvira (Foto: Jerod Harris/Getty Images)

Atriz Cassandra Peterson, mais conhecida pelo papel de Elvira em A Rainha das Trevas (1988), revelou ter sido abusada sexualmente pela falecida lenda do basquete e ex-amigo Wilt Chamberlain: “Chocante, embaraçoso e traumatizante.” 

No livro Atenciosamente, Elvira: Memórias da Senhora das Trevas, Peterson, agora com 70 anos, detalha - pela primeira vez - a noite em que teria sido supostamente abusada pelo jogador: uma festa na mansão de Chamberlain em Bel Air, bairro nobre de Los Angeles, EUA, na década de 1970.

+++ LEIA MAIS: Cassandra Peterson, atriz de Elvira: A Rainha das Trevas, revela relação homoafetiva de mais de 19 anos

Segundo a People, o jogador se ofereceu para mostrar à Peterson seu armário com camisetas da NBA. Chegando lá, como escrito pela atriz em seu livro, ele teria a forçado a praticar sexo oral. 

Peterson ainda acrescentou: “Por que não tentei gritar, lutar ou fugir? Quando um homem de 2,10 metros e 150 quilos está com a mão enrolada em seu pescoço, não há realmente muito que você possa fazer. Deveria tê-lo denunciado à polícia? Você está de brincadeira? Que chance você pensa que uma ex-showgirl / atriz desempregada teria contra uma superestrela do esporte?”

+++ LEIA MAIS: R. Kelly é condenado por tráfico sexual de mulheres e menores de idade; entenda

“Apenas mantive isso quieto e não disse nada por toda a minha vida,” disse Peterson à People. "E o mais triste é que ele era um amigo. Ele foi um amigo por tantos anos que fez tudo parecer pior e mais assustador e como se eu fosse uma idiota."

Antes de lançar o livro, Peterson nunca havia revelado o suposto acontecimento para ninguém além do ex-marido, Mark Pierson. Contudo, a atriz se sentiu mais segura para contar sobre a situação com o crescimento do Me Too, movimento contra o assédio sexual. 

+++ LEIA MAIS: Bob Dylan: Caso de abuso sexual 'não é possível,' diz biógrafo

Wilt Chamberlain, conhecido como um dos maiores jogadores de basquete da NBA, morreu em 1999, aos 63 anos, devido a uma insuficiência cardíaca congestiva.