Lembra d'O Filho de Chucky? Glen é gênero fluido, e pai acolhe personagem em série: 'Não sou um monstro'

Aclamada pela crítica, série de Chucky chega ao Brasil pelo Star+

Redação Publicado em 19/10/2021, às 15h57 - Atualizado às 16h50

None
Chucky (Foto: Reprodução)

Sequência de O Culto de Chucky (2017), a série Chucky é a próxima produção da franquia do Brinquedo Assassino. O seriado chegou aos Estados Unidos pelo canal SyFy - e confirmou que "O Filho do Chucky", Glen/Glenda (personagem apresentada no filme de 2004), é uma pessoa de gênero fluído, segundo informações do Yahoo.

A identidade de gênero de Glen/Glenda significa que a personagem se entende como uma pessoa não-binária, quem não se identifica com os padrões associados ao masculino ou feminino, ou seja, a binaridade de gênero. Entre as pessoas não-binárias, estão as que se identificam como gênero oscilante, ou o gênero-fluido, como a personagem Loki, por exemplo.

+++LEIA MAIS: Como Loki pode abrir caminho para personagens LGBTQ+ no entretenimento?

Na série do Brinquedo Assassino, Chucky conversa com o protagonista Jake Webber (Zackary Arthur) e conta que Glen se identifica como uma pessoa de gênero fluido, isto é, não se identifica com única identidade de gênero, podendo transitar entre vários gêneros.

Originalmente, Glen aparece em O Filho de Chucky, filme de 2004. Na época, a identidade de gênero a personagem foi pouco discutida, embora tenha sido demonstrado na narrativa que Glen era uma pessoa de gênero fluido. 

+++LEIA MAIS: Chucky: estreia, elenco e tudo que sabemos sobre série do Brinquedo Assassino [LISTA]

Chucky chega ao Brasil pelo Star+ no dia 27 de outubro enquanto foi exibida em 12 de outubro nos canais Syfy e USA Network nos Estados Unidos. O showrunner é Don Mancini, criador da franquia.

Brad Dourif retorna como a voz de Chucky, assim como Christine Elise (Kyle), Alex Vincent (Andy), Jennifer Tilly (Tiffany) e Fiona Dourif (Nica) também voltam à franquia com o seriado. Zackary Arthur interpreta o protagonista Jake Webber.