Diplo é acusado de obrigar mulher a praticar sexo oral em festa

O produtor musical Diplo, do Major Lazer, teria filmado o momento sem consentimento da suposta vítima

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 08/07/2021, às 17h45

None
Diplo (Foto: Frazer Harrison/Getty Images)

O DJ Diplo foi acusado de agressão sexual ao supostamente coagir uma mulher a praticar sexo oral em uma festa após um show do Major Lazer em Las Vegas, Estados Unidos. Além disso, o músico teria filmado o momento sem o consentimento dela. 

O relato do NME coloca a acusão de agressão em 2019. Diploteria dado maconha e álcool à mulher e outros convidados. Segundo depoimento da acusadora, após isso, o DJ a convidou para ir ao quarto pessoal dele.  

+++ LEIA MAIS: Diplo pede ordem de restrição contra mulher que o acusa de espalhar 'pornografia de vingança'; entenda

Lá, Diplo teria a obrigado a fazer sexo oral, dizendo que ela não poderia ir embora até realizar o ato. Segundo ela, concordou, pois não havia outra maneira de sair da situação. A mulher também alega que não estava em condições de consentir no momento. 

Além disso, contou como a equipe de segurança do produtor musical teria socado um amigo dela quando começaram a escoltar pessoas para fora da festa e ele se recusou a sair do ambiente sem a colega. 

+++ LEIA MAIS: Diplo lamenta tiroteio em bloco de carnaval em São Paulo: ‘Não devemos deixar que isso acabe com a liberdade trazida pelo carnaval’

Diplo foi acusado por agressão sexual, segundo o Daily Mail UK. No entanto, o DJ negou todas as acusações e seu advogado, Bryan Freedman, chamou-as de “ultrajante” em comunicado à imprensa.

“Temos provas irrefutáveis ​​de que esta é uma reclamação totalmente sem mérito e iremos apresentá-la a um tribunal o mais rápido possível para por fim a esta extorsão,” declarou Freedman

+++ LEIA MAIS: Diplo publica foto ao lado de Robert Plant e anuncia parceria


+++ OS 5 DISCOS ESSENCIAIS DE BOB DYLAN | ROLLING STONE BRASIL