Disney+ censurou cenas violentas de Falcão e o Soldado Invernal por engano; entenda

Cenas violentas com sangue foram removidas de Falcão e o Soldado Invernal, mas devem retornar ao Disney+

Redação Publicado em 31/03/2022, às 13h20

None
Falcão e o Soldado Invernal (Foto: Divulgação / Marvel)

Falcão e o Soldado Invernal (2021) teve cenas alteradas pelo Disney+ na última semana. O serviço de streaming removeu momentos violentos, como personagens sendo feridos, e sangue. Mudanças, no entanto, aconteceram por engano.

As cenas originais devem retornar à plataforma nos próximos dias, pois a intenção do Disney+ era corrigir erros nos créditos dos episódios. A versão censurada existe para outros mercados do serviço e foi colocada no catálogo por engano, segundo o Entertainment Weekly (via Omelete).

+++ LEIA MAIS: Falcão e o Soldado Invernal: Disney edita cenas violentas na série da Marvel; entenda

As principais alterações aconteceram no episódio Mercado do Poder. Em cena com morte do cientista que recriou o soro do super soldado há uma sangue no chão - removido digitalmente. 

Em outro momento, Bucky (Sebastian Stan) atira cano em direção a um inimigo, atravessando o corpo dele. Na versão editada, o cano apenas rebate no personagem e o faz cair.

+++ LEIA MAIS: Falcão e o Soldado Invernal cortou referência a Donald Trump; entenda

Confira: 


Marvel confirma Capitão América 4

No final de O Falcão e o Soldado Invernal, Sam se torna o novo Capitão América e a Marvel anunciou que o herói ganhará um filme solo. De acordo com o site The Hollywood Reporter, o quarto filme será escrito por Malcolm Spelman, criador e roteirista de O Falcão e o Soldado Invernal, e Dalan Musson, que fez parte da sala de roteiristas do seriado. Por enquanto, não há data de estreia de Capitão América 4.

+++ LEIA MAIS: Por que Anthony Mackie inicialmente não gostou de interpretar Capitão América?