Dua Lipa é processada (de novo) por compartilhar foto sua tirada por paparazzi

Segundo paparazzi Robert Barbera, Dua Lipa violou direitos autorais ao postar fotos que ele tirou em julho de 2018

Redação Publicado em 23/06/2022, às 08h55

None
Dua Lipa (Foto: Divulgação)

Dua Lipa enfrenta um segundo processo civil sobre compartilhamento de uma foto dela mesma feita por um paparazzi, alegou o fotógrafo. As informações são da Billboard.

O processo em questão foi aberto em 20 de junho de 2022, na Califórnia, pelo fotógrafo Robert Barbera, de Nova York. O paparazzi alega como a dona de "Don't Start Now" violou os direitos autorais de Barbera ao postar fotos que ele tirou dela em meados de julho de 2018 no Instagram.

+++LEIA MAIS: Dua Lipa: conheça mais sobre os álbuns de estúdio da britânica

A suposta foto, a qual não pode mais ser encontrada no perfil da rede social da artista, mostrava-a com um suéter preto com as palavras “HEROES” escritas no tecido. Um trecho da reclamação obtido pela Billboard alega: "Sem permissão ou autorização do Autor, a selecionou, copiou, armazenou e exibiu voluntariamente cada uma das Fotografias protegidas por direitos autorais do Autor."

Robert Barbera pediu indenização e penalidades dos lucros que Dua Lipa poderia ter feito com a fotografia no Instagram, na qual ela anuncia música, marca e interesses comerciais. O fotógrafo também alegou como tentou resolver o assunto com Lipa fora do tribunal. Após a cantora receber um rascunho da denúncia, a comunicação supostamente "desacelerou e acabou por parar."

+++LEIA MAIS: Barbie: Dua Lipa entra para elenco do filme com Margot Robbie; diz site

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por DUA LIPA (@dualipa)

Não foi o primeiro processo de Dua Lipa - ou Robert Barbera

O processo movido por Robert Barbera é o segundo que DuaLipa enfrenta em um ano por compartilhar fotos de paparazzi de si mesma nas redes sociais. Em julho de 2021, foi processada pela Integral Images por violação de direitos autorais. O processo foi finalmente arquivado com prejuízo em outubro do mesmo ano.

Além disso, Barbera entrou com processos semelhantes contra outras estrelas pop, como Ariana Grande e Justin Bieber. Segundo NME, o fotógrafo tentou processar Grande duas vezes, em maio de 2019 e janeiro de 2020, e alegou como ela compartilhou fotos feitas por ele no Instagram. Ambos casos foram arquivados. Por sua vez, o processo contra Bieber teria sido resolvido fora do tribunal.

+++LEIA MAIS: Megan Thee Stallion diz que 'não sabia o que esperar' de Dua Lipa e comenta relação