Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Emmy 2023: relembre melhores momentos de Succession

Succession recebeu 27 indicações no Emmy deste ano

Succession (Divulgação)
Succession (Divulgação)

Succession lidera o Emmy Awards deste ano, com 27 nomeações na premiação. Para relembrar a incrível disputa pelo poder da Waystar Royco, selecionamos alguns dos melhores momentos da narrativa:

Morte do Logan (ou o casamento do Connor)

A morte de Logan Roy (Brian Cox) acontece no terceiro episódio da quarta e última temporada, o que pode ter parecido um pouco cedo para os fãs e provocou ainda mais interesse em saber qual seria o desfecho da série. Durante a cena em plano-sequência, que teve cerca de 30 minutos, o telespectador consegue experimentar a mesma angústia de Shiv (Sarah Snook), Roman (Kieran Culkin) e Kendall Roy (Jeremy Strong), sem a certeza de que a morte é real.

O roteiro reconstrói o choque de quando vemos alguém bem e dias ou horas depois essa pessoa morre repentinamente. A conversa ao telefone com o pai inconsciente emula ainda a sensação de que tanto os filhos de Logan quanto nós não sabemos como nos despedir do personagem.

Vale lembrar que tudo ocorre durante o casamento de Connor (Alan Ruck), que parece o menos emotivo entre todos os irmãos. O Los Angeles Times publicou um obituário para Logan Roy.

Logan Roy (Brian Cox) em Succession
Logan Roy (Brian Cox) em Succession (Reprodução)

Discurso do Roman

Da morte de Logan em diante, a narrativa transcorre ao mesmo tempo em que Shiv, Roman e Kendall agem sobre o plano de aquisição da Waystar Royco pela GoJo, do norueguês Lukas Mattson (Alexander Skarsgård).

Shiv separa 20 minutos do dia para viver o luto, enquanto Roman desaba somente no velório do pai, quando tenta discursar. "Ele está ali dentro?," pergunta o personagem de Kieran Culkin apontando para o caixão. "Podemos tirá-lo dali?." Os irmãos o acolhem e vemos a surpresa nos rostos dos outros presentes no funeral, inclusive de Caroline Collinwood (Harriet Walter). A mãe de Roman não se comove com o sofrimento do filho.

Caroline, Marcia Roy (Hiam Abbass), Kerry Castellabate (Zöe Winter) e Sally-Anne (Nicole Ansari-Cox - esposa de Brian Cox na vida real), compõem um painel de ex-mulheres de Logan no velório.

Acidente de carro

Desde a primeira temporada, Kendall cria planos para assumir a Waystar. É diante desse contexto que acontece um acidente de carro no dia do casamento de Shiv e Tom Wambsgans (Matthew Macfadyen).

Kendall busca drogas e conversa com um garçom da festa. Eles vão juntos até o traficante, com Kendall dirigindo bêbado o carro. Ao se assustar com um animal na pista, ele provoca um acidente, mergulhando o veículo em um lago. O personagem de Jeremy Strong tenta salvar o garoto em vão. Nesse momento, tudo muda porque Kendall precisa da ajuda de Logan para encobrir o crime.

Succession (Divulgação)
Succession (Divulgação)

Escândalo dos cruzeiros - Quem leva a culpa?

Na mesma noite do casamento, Shiv propõe um relacionamento aberto para Tom. A fala causa uma das várias rachaduras na relação do casal e parece ainda mais cruel naquela ocasião. Mais tarde, no fim da segunda temporada, Wambsgans retoma o assunto como um dos argumentos que demonstram a frieza de Shiv. 

Um escândalo envolvendo casos de estupros e mortes nos cruzeiros da companhia, que usa o termo "no real person involved" ("nenhuma pessoa real envolvida", em tradução livre) para as vítimas, vem à tona. Buscando estabilidade, Tom se oferece para assumir a responsabilidade dos crimes, e ainda come um pedaço de frango do prato de Logan.

Shiv Roy (Sarah Snook) e Tom Wambsgans (Matthew Macfadyen) em Succession (Reprodução)
Shiv Roy (Sarah Snook) e Tom Wambsgans (Matthew Macfadyen) em Succession (Reprodução)

No entanto, Shiv tenta passar credibilidade de seu amor pelo marido e pede ao pai que não o coloque na fogueira de novo. Kendall, então - totalmente submisso a Logan -, deve fazer esse papel, mas desenvolve outra reviravolta ao culpar o próprio pai em uma coletiva de imprensa. O CEO da Waystar Royco esboça um sorriso leve e agridoce ao ver a cena pela televisão.

Presidente dos EUA

Shiv Roy fica do lado de Lukas Mattson na disputa pela compra da Waystar, enquanto Roman e Kendall querem manter os negócios em família. Por isso, os dois irmãos anunciam Jeryd Mencken (Justin Kirk) como novo presidente dos Estados Unidos, na expectativa de que ele barre a aquisação pela GoJo. O político, porém, tem tendências fascistas e assusta principalmente a ex-esposa e os filhos de Kendall Roy.

Shiv teve uma carreira na política antes de se dedicar à conquista de um lugar na Waystar, e apoiava o democrata Daniel Jiménez (Elliot Villar).

Shiv Roy (Sarah Snook) em Succession (Reprodução)
Shiv Roy (Sarah Snook) em Succession (Reprodução)

Final - Decepção do filho mais velho, liberdade de Roman, e Shiv como esposa

Os irmãos revivem a infância em uma das casas da mãe deles. Shiv e Roman cedem a posição de CEO para Kendall, coroando a escolha com um milk-shake cuja receita incluiu ovos, picles, pão e até mesmo o cuspe de Sarah Snook.

Ver os personagens fora de roupas formais e em um cenário bem mais colorido, no entanto, não leva a um final feliz para todos. Na reunião que decide se a Waystar Royco será comprada ou não por Mattson, Shiv fica com o voto de desempate. Os três irmãos se juntam em uma sala a parte para entender o que mudou na opinião da filha mais nova de Logan. Shiv admite não conseguir ver Kendall no poder e vota, enfim, pela venda da empresa.

Eu sou o filho mais velho! - Kendall
Kendall Roy (Jeremy Strong) em Succession (Reprodução)
Kendall Roy (Jeremy Strong) em Succession (Reprodução)

Antes disso, na mesma temporada (a quarta), Tom e a esposa pensam no divórcio e iniciam uma guerra fria envolvendo advogados e presentes inesperados. Os dois têm uma das discussões mais acaloradas da série.

Acho que você não deveria sequer ter se casado comigo, na verdade. - Tom para Shiv

Shiv devolve: "Você só está comigo para chegar ao poder. Já conseguiu", mas o marido diz que está com ela porque a ama. Tom Wambsgans é o CEO da nova companhia de Mattson. O cargo é prometido à personagem diversas vezes durante sua trajetória, mas ela sempre fica na sombra de outros homens. O final não mostra uma perspectiva diferente dessa, levando em conta que Shiv se torna a esposa do CEO e espera um filho dele. A imagem é totalmente díspare da que ela planejava.

Roman parece contente com o destino que teve, libertando-se da sujeira que envolvia Logan e o conglomerado. Kendall parece deixar o corpo. A caminhada lenta e incerta até um banco sugere que o personagem vai cometer suicídio, mas ele apenas se senta em um gesto confuso, triste e incrédulo.

Boar on the floor

Em uma viagem à Hungria, na segunda temporada, Logan Roy coloca funcionários e familiares da companhia para jogar boar on the foor (javali no chão, em tradução livre). Os personagens imitam porcos em quatro apoios e comem salsichas enquanto Logan tenta arrancar a verdade deles.

Rap do Kendall

Também na segunda temporada de Succession, Jeremy Strong protagoniza uma das cenas mais icônicas da série: o rap em homenagem ao pai. A composição de Nicholas Britell foi gravada na hora em que Strong subiu ao palco. O ator parece querer rir enquanto canta. Confira "L to the OG":