God of War Ragnarök: Roteirista rebate ataques racistas contra Angrboda

Matt Sophos fez diversas postagens no Twitter para rebater críticas sobre o visual de Angrboda em God of War Ragnarök

Redação Publicado em 14/09/2021, às 17h08

None
Angrboda em God of War Ragnarök (Foto: Reprodução /Twitter)

Matt Sophos, diretor da narrativa de God of War Ragnarök, usou as redes sociais para rebater ataques racistas contra Angrboda, personagem da mitologia nórdica retratada como uma mulher negra no jogo. (Via Screen Rant)

"Vou abordar questões aqui e espero (inutilmente) que seja a última vez," escreveu Sophos. "Angrboda é uma jovem negra em nosso jogo. A vasta maioria dos jogadores está emocionada e acha que ela está incrível - e cara, ela está. Mas uma lasca minúscula e vocal da internet ficou ofendida com essa ideia."

+++ LEIA MAIS: Os 7 God of War, do pior ao melhor, de acordo com crítica especializada [LISTA]

Em uma série de 11 publicações, o diretor citou as principais críticas contra a personagem interpretada por Laya DeLeon Hayes (Grey's Anatomy) - que acusou os produtores de ceder à pressão externa, tornar o game político e desrespeitar a cultura nórdica- e respondeu a cada uma delas.

"Posso contar com dois dedos o número de hashtags que pegamos para as mudanças da história de 2018 e GoW Ragnarok combinadas [...] Escrever sempre é político - geralmente só é chamado assim se a política não estiver de acordo."

+++LEIA MAIS: 6 games que queremos muito jogar em 2021: Resident Evil Village, God of War e mais [LISTA]

Sophos continuou: "God of Waré a nossa interpretação da mitologia, não da história nórdica ou grega. Contamos uma história pessoal com o pano de fundo de deuses, gigantes, etc por meio de nossas lentes."

Em seguida, o diretor também citou outras grandes mudanças feitas pela produção nas histórias de Loki, Brok e Mimir. Confira a thread completa:

+++LEIA MAIS: 10 games que completam uma década em 2021: Batman: Arkham City, Skyrim e mais [LISTA]

God of War Ragnarök

A sequência acompanha o protagonista Kratos e o filho dele Atreus alguns anos depois de God of War (2018). Ao tentarem impedir o apocalipse, os dois encontrarm figuras clássicas como Thor e Tyr.

Recentemente, o jogo ganhou repercussão por mostrar um Thor bem diferente de Chris Hemsworth, do Universo Cinematográfico da Marvel.

+++LEIA MAIS: 6 promessas não cumpridas (e maiores decepções) de Cyberpunk 2077 [LISTA]