Reality

Grag Queen revela se toparia uma temporada de 'Drag Race' [ENTREVISTA]

Cantora gaúcha, vencedora do 'Queen of the Universe' fala sobre possível participação no reality de RuPaul

Eduardo do Valle (@duduvalle) Publicado em 16/03/2022, às 16h18

Performer gaúcha, vencedora do Queen of The Universe, disse que voltaria a estrelar em um novo reality show
Rodolfo Magalhães

O universo não é o bastante para Grag Queen. Às voltas com o lançamento da seu novo single, "Party Everyday", a performer gaúcha, vencedora do reality global Queen of The Universe, disse que voltaria a estrelar um novo programa de competição, caso recebesse o convite:

Grag Queen
Grag Queen

 

"Eu, pessoa física, falando da minha vontade, com certeza adoraria estar de novo em uma competição, disputando um prêmio muitíssimo maior ou representando o Brasil em algum lugar", revelou a cantora à Rolling Stone Brasil.

+++ LEIA MAIS: Friends: Courteney Cox se sentiu ‘esquecida’ por Hollywood após sitcom; entenda 

Grag, que surpreendeu ao arrebatar o prêmio de US$ 250 mil na competição produzida por RuPaul (de RuPaul's Drag Race), chamou atenção dos fãs no último mês ao embarcar para Los Angeles, onde várias atrações internacionais são gravadas. Houve quem especulasse que ela estaria envolvida em um novo produto de RuPaul. O motivo da viagem, no entanto, era a gravação de seu próximo clipe, "Fim de Tarde", ainda sem data de lançamento. Questionada sobre o assunto, ela não nega, nem confirma, diz apenas que está com "com o S do Senna engatilhado para tudo o que me chamarem".

Grag Queen
Grag Queen

 

Quanto a um convite hipotético para RuPaul's Drag Race, a drag gaúcha responde rápido: "Sim!" Ela explica, dizendo que não tinha interesse, até competir no Queen of the Universe, mas que o apoio do Brasil durante o reality a fez criar coragem para disputar em outros programas. "Não importa o que eu fizer, se eu for vestida de saco plástico, os brasileiros vão amar porque é a drag brasileira, é deles", diz, "Quem sabe na próxima temporada não rola um convite?"

+++ LEIA MAIS: Gloria Groove revela detalhes de show inédito, que estreia no Lollapalooza 2022 [ENTREVISTA]

Confira abaixo o papo completo com Grag Queen:

Rolling Stone Brasil: "Party Everyday" nem saiu e você já anunciou "Fim de Tarde". A gente já tem uma data? Como os trabalhos dialogam? Vem álbum por aí?
Grag Queen: "Fim de Tarde" a gente gravou em Los Angeles, né?! É um clipe muito chique, a chiqueza. Ainda não posso falar muito sobre ele, mas vai estar vinculado a alguns projetos, pode ser soundtrack de algum negócio... Mas é isso: "Fim de Tarde" é uma música linda, conversa muito com [o single lançado em 2021] "Bota Fé", fala muito daquele lugar que a gente tá, que pode estar, de ficar meio mal, sem vontade de viver, e de novo é a Grag chegando ao ouvido e dizendo "e aí, bicha, vai ficar vencida ou vai fazer por você?" E é uma música mais calma, é uma outra faceta da Grag.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por GRAG QUEEN (@gragqueen)

 

Rolling Stone Brasil: Quando você embarcou pra Los Angeles para gravar "Fim de Tarde", houve muitos rumores sobre um eventual retorno à TV. O que você diria a essa turma que está com saudades de te ver na telinha?
Grag Queen: [risos] Então, posso falar que hoje, eu, pessoa física, por minha vontade, com certeza adoraria estar de novo em uma competição, disputando um prêmio muitíssimo maior, ou representando o Brasil em algum lugar... Eu tô aqui. Meu número é o mesmo, meu e-mail é o mesmo, vocês sabem onde me achar. Eu já tô com o S do Senna engatilhado para tudo o que me chamarem.

Grag Queen
Grag Queen

 

Rolling Stone Brasil: Todo mundo deve te perguntar isso, mas você embarcaria para uma temporada de Drag Race?
Grag Queen: [categórica] Sim! Eu não queria. Até ir para o Queen of the Universe eu não queria ir para o Drag Race porque tem que costurar, fazer umas coisas que eu não sei. Mas quando eu competi no Queen of the Universe eu descobri uma variável muito importante que não contava, que são os brasileiros. Não importa o que eu fizer, se for vestida de saco plástico, os brasileiros vão amar porque é a drag brasileira, é deles. Então toda essa força do Brasil chega a me dar vontade de ir lá competir. Aproximar mais da nossa gente, conversar mais com nossa gente, fazer um Snatch Game muito louco, sabe? Quem sabe na próxima temporada não rola um convite?