Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Iron Maiden: Como era o avião da banda?

Dia Mundial do Rock: veja as histórias do avião do Iron Maiden

Bruna Maleh Publicado em 13/07/2023, às 20h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Avião do Iron Maiden (foto: divulgação iron maiden)
Avião do Iron Maiden (foto: divulgação iron maiden)

Há diversas maneiras de celebrar o Dia Mundial do Rock, comemorado nesta terça-feira (13). Uma delas é conhecer o Ed Force One, o famoso avião do Iron Maiden. 

A banda de heavy metal, uma das principais do gênero, tem uma curiosidade em torno do avião em que viaja durante suas turnês. O nome do avião faz referência ao mascote da banda, Eddie, e ao avião presidencial dos Estados Unidos, o Air Force One. 

(Foto: divulgação/Iron Maiden)
Caption

Bruce Dickinson, o vocalista da banda, é piloto profissional e pilotava a aeronave, mas o avião foi aposentado em 2022, quando Dickinson completou 64 anos e anunciou que não pilotaria mais o Ed Force One. Foram três aeronaves ao longo dos anos: um Boeing 747 e dois 757. O Ed Force One 747 é considerado o mais icônico e imponente entre eles. 

+++ LEIA MAIS: A dura opinião do Iron Maiden sobre o Rock and Roll Hall of Fame

A aeronave, alugada da Air Atlanta Icelandic e fabricada em 2003, possuía uma pintura personalizada com o nome da banda, imagens do mascote e nomes das cidades onde o grupo se apresentava. O Ed Force One tinha um alcance de aproximadamente 13,5 mil km, o que permitiu chegar a qualquer lugar do mundo com apenas uma parada. 

O código do voo do Ed Force One em turnê era CC666, em referência a uma música famosa da banda, "The Number Of The Beast". A banda produziu um minidocumentário sobre o avião, mostrando detalhes internos e externos. Dickinson descreveu o Ed Force One como um "cartaz voador" e uma "máquina incrível". 

(Foto: divulgação/Iron Maiden)

Cada geração do Ed Force One teve um destino diferente. A primeira foi alugada para a Saudi Arabian Airlines e, posteriormente, para a Thomas Cook Airlines, sendo vendida para a FedEx em 2012. O segundo avião ficou armazenado em Phoenix, nos Estados Unidos, até ser desmontado e vendido como sucata. O terceiro e último avião do Iron Maiden foi devolvido para a antiga proprietária em 2016 e, em 2022, foi entregue à Air Salvage para ser desmontado e se tornar sucata.