Johnny Depp e Amber Heard se acusam de editar fotos com hematomas e machucados; entenda

Novos documentos obtidos pelo The Daily Beast mostram que Johnny Depp e Amber Heard se acusaram da mesma coisa

Redação Publicado em 03/08/2022, às 11h58

None
Johnny Depp e Amber Heard. (Foto: Getty Images)

Mesmo após o veredito do julgamento entre o ex-casal Johnny Depp e Amber Heard chegar ao fim em junho de 2022, o assunto segue bastante comentado. Cada lado continua a mover recursos e documentos judiciais inicialmente secretos começaram a surgir. Segundo informações do CinemaBlend, advogados de Depp acusaram Heard de editar fotos dos hematomas e machucados, mas esses novos documentos mostram o que o ator foi acusado da mesma coisa.

Como o site relembrou, a equipe jurídica do intérprete de Jack Sparrow tentou descredibilizar Amber Heard e as alegações de abuso. Uma das maneiras de fazer isso foi questionando a veracidade das fotos que a atriz tirou do rosto machucado - e os advogados alegaram como as imagens foram feitas com auxílio de maquiagem e/ou edição.

+++LEIA MAIS: Depois de Amber Heard, Johnny Depp também recorre decisão do júri

No entanto, com documentos sigilosos examinados pelo The Daily Beast afirmam como Johnny Depp pode ter editado imagens de si mesmo que foram apresentadas como evidência. Esse argumento está relacionado às discrepâncias nas datas das fotos que os representantes do ator enviaram após uma suposta briga com Amber Heard.

A data de criação da imagem era 2019, enquanto deveria ser de 2015. Segundo os documentos, outra imagem não tinha data de criação, mas foi editada em 2020. Assim, a equipe de Heard afirmou como essas fotos foram adulteradas – exatamente do que ela foi acusada.

+++LEIA MAIS: Amber Heard vende casa no deserto para pagar indenização á Johnny Depp

"Datas de criação e/ou datas de modificação ausentes que sejam posteriores aos fatos podem ser um sinal de manipulação de evidências digitais," alegaram os advogados da atriz nos documentos anteriormente lacrados.

Os representantes legais da intérprete de Mera também fizeram outras acusações após solicitar a entrega de quaisquer gravações que Johnny Depp tivesse da ex-esposa. Eles afirmam como o referido áudio também foi editado pelo ator e sua equipe.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Amber Heard (@amberheard)

+++LEIA MAIS: Documentos mostram que Johnny Depp tentou apresentar fotos íntimas de Amber Heard no tribunal

Qual foi a resposta de Johnny Depp?

Segundo os advogados de Johnny Depp, essas alterações nas datas das imagens estão relacionadas ao dia em que foram salvas pela última vez. Além disso, havia a preocupação de que essas descobertas dariam ao júri um "preconceito injusto" sobre Depp. O ator de 59 anos não se manifestou publicamente sobre essas novas descobertas.