Lucifer: Os 4 momentos mais tristes da série - crise existencial, mortes e mais [LISTA]

Para entrar no clima despedida de Lucifer, relembre cenas comoventes da série

Redação Publicado em 10/09/2021, às 11h32

None
Lucifer (Foto: Reprodução/Netflix)

[Atenção: esta publicação pode conter spoilers de Lucifer (2016)]

Além das respostas sarcásticas e dos momentos engraçados, os personagens da série Lucifer (2016) também protagonizam cenas emocionantes de mortes, revelações e crises existenciais.

+++ LEIA MAIS: Netflix: As 59 estreias de setembro de 2021, incluindo La Casa de Papel, Sex Education e Lucifer [LISTA]

Para entrar o clima da despedida da série, que disponibilizou a última temporada nesta sexta, 10, na Netflix, relembre os momentos mais tristes da produção, selecionados pelo site Screen Rant:

A morte de Charlotte

Quando Charlotte (Tricia Helfer) se perdoa e começa a progredir no relacionamento com Dan (Kevin Alejandro), os dois são tragicamente separados pela morte dela. A cena é ainda mais triste na presença de Amenadiel (D. B. Woodside), que se sentiu culpado pela fatalidade.

+++ LEIA MAIS: Lucifer temporada 6: estreia, trailer, elenco e tudo que você precisa saber [LISTA]


A morte de Uriel

Outra morte emocionante foi a de Uriel (Michael Imperioli), a qual abalou LuciferMorningstar (Tom Ellis). O protagonista precisou tirar a vida do próprio irmão, passou pelo processo de luto e reviveu o momento repetidamente enquanto estava no inferno.


"Eu Te Amo"

Quando Lucifer pede para Deus (Dennis Haysbert) dizer que o ama, o protagonista ouve que o pai não poderia fazer isso. O momento é triste e, ao mesmo tempo, importante para entender o comportamento de Lucifer em relação à Chloe (Lauren German).

+++ LEIA MAIS: La Casa de Papel, Lucifer e mais: Quais séries estão com o fim marcado para 2021?


A crise existencial de Lucifer

Lucifer raramente deixa a personalidade confiante de lado para expor suas dúvidas em relação a si mesmo. Mas o protagonista faz isso durante uma crise existencial acompanhada por Linda (Rachel Harris). Em um momento de honestidade, o personagem se pergunta o motivo se odiar tanto.