Modelos russos do OnlyFans não podem ser pagos em meio a sanções e invasão; entenda

“As pessoas pensam que escolhemos [Putin] como líder, mas não é verdade. Ele é um verdadeiro pesadelo para a Rússia e todos nós queremos consertar essa situação terrível”

EJ Dickson, Rolling Stone EUA | Tradução Publicado em 28/02/2022, às 11h53

None
Modelo (Foto: Getty Images via Rolling Stone EUA)

Após sanções econômicas na Rússia, resultado da crescente violência na Ucrânia, criadores russos do OnlyFans, uma plataforma de conteúdo de assinatura, estão tendo suas contas bloqueadas e não conseguem acessar seus ganhos, de acordo com o relato de vários usuários locais para a Rolling Stone EUA.

Os modelos confusos usaram o Twitter para compartilhar capturas de tela de mensagens de suporte ao cliente do OnlyFans. “Por favor, esteja informado de que seu país não é compatível com pagamentos, portanto, não podemos ajudá-lo com esse assunto no momento,” diz uma mensagem aparentemente enviada pela plataforma, a qual circulou amplamente nas mídias sociais no sábado, 26.

+++ LEIA MAIS: Os Simpsons previram guerra da Ucrânia e Rússia? Showrunner acha ideia 'triste'

Alana Evans, presidente do sindicato de artistas adultos Adult Performers' Artists Guild (APAG), disse que sua equipe tem recebido reclamações de muitos criadores russos e bielorrussos, bem como criadores ucranianos, os quais encontraram suas contas congeladas.

Ela diz que recebeu “centenas” de DMs - mensagens diretas - e afirmou que o grupo está procurando maneiras de trabalhar com outras organizações e arrecadar ajuda para profissionais do sexo de ambos os lados afetados pela guerra.

+++ LEIA MAIS: David Lynch manda mensagem para Putin após invasão da Ucrânia: "O que você semeia, você há de colher"

“Estou com o coração partido por eles porque posso imaginar como as coisas podem estar difíceis. Lembro-me de como era a vida para nós quando Trump era nosso presidente, e muitos de nós não o apoiavam, então posso entender como é viver sob um líder que faz escolhas com as quais você não concorda”, diz ela. “Política à parte, eles são pessoas.”

Os criadores de conteúdo ucranianos baseados na Rússia também encontraram suas contas congeladas e muitos criadores não conseguiram ganhar a vida nos últimos dias. Mizuki, uma cosplayer popular, vem solicitando doações nas redes sociais. “Devido à situação no meu país Ucrânia, não haverá cosplays. Estou vivendo com medo há dois dias e não sei o que fazer. Moro em Kiev e constantemente ouço bombardeios.”

+++ LEIA MAIS: Winter on Fire: Crise na Ucrânia é destaque em documentário da Netflix; conheça

Em DMs para a Rolling Stone EUA, ela disse que vive com o som constante de bombardeios e explosões nos últimos quatro dias. “[É] muito assustador, não sabemos o que vai acontecer amanhã. Há muitos amigos meus na cidade e estou em contato com todos. Todas as pessoas se uniram e se ajudaram."

Em um e-mail para a Rolling Stone EUA, o Onlyfans confirmou que a restrição aos pagamentos foi resultado dos Estados Unidos, Canadá e aliados europeus expulsarem a Rússia da Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication (SWIFT), o sistema de mensagens bancárias internacionais com sede na Bélgica que facilita trilhões de dólares de transações.

+++ LEIA MAIS: Kanye West planeja encontro com Putin na Rússia: ‘Segunda casa’

A Casa Branca disse em comunicado no sábado que a medida “garantirá que esses bancos sejam desconectados do sistema financeiro internacional e prejudiquem sua capacidade de operar globalmente”. Tais sanções, no entanto, podem ter o efeito de espremer pessoas vulneráveis ​​na Rússia, bem como alimentar a narrativa de Putin de que o Ocidente está punindo os russos comuns.

“Estamos desanimados com os recentes eventos trágicos na Ucrânia”, disse um porta-voz à Rolling Stone EUA. “Como uma empresa global, OnlyFans apoia nossos criadores e entende que eles são responsáveis ​​por esses atos hediondos.

+++ LEIA MAIS: The Challenge: Rússia envia elenco ao espaço para 1º filme rodado em órbita; entenda

Infelizmente, devido às restrições financeiras mundiais que se seguiram, temos métodos muito limitados para pagar contas de criadores vinculadas à Rússia e à Bielorrússia. Para proteger as contas do criador, novas assinaturas não serão aceitas e as assinaturas atuais não serão renovadas depois de expiradas. Quaisquer saldos disponíveis permanecerão seguros e pendentes até o momento em que possam ser sacados novamente.”

No domingo à noite, no entanto, o OnlyFans disse que conseguiu restaurar a atividade da conta para criações em todos os países. “Suas contas terão funcionalidades completas enquanto continuarmos a ter métodos de pagamento para apoiá-las”, disse o porta-voz. “Não estávamos encerrando ou suspendendo nenhuma conta de criador com base na localização e estamos fazendo tudo o que podemos para apoiar nossa comunidade.”

+++ LEIA MAIS: Vocalista do Rammstein, Till Lindemann é detido na Rússia por violar regras da Covid-19; entenda

De acordo com Bunnie Mommy, uma modelo popular e criadora de conteúdo erótico na plataforma, o OnlyFans não alertou os criadores russos de que eles não poderiam acessar seus fundos com antecedência, em vez disso, notificou os criadores de que suas contas foram congeladas. Ela estima que perdeu cerca de US$ 8.000 na plataforma depois de perceber que sua conta foi congelada no sábado à noite.

“No curto prazo, não tenho dinheiro para viver… Muitas modelos se deparam com isso, ninguém pensou que poderia acontecer”, diz ela. “A longo prazo – todos nós estamos desempregados.”

+++ LEIA MAIS: Líder do Pussy Riot, Nadya Tolokno quer assumir presidência da Rússia após Putin; entenda

Ela diz que muitos criadores russos recorreram ao OnlyFans nos últimos anos porque a maioria dos empregos em tempo integral na Rússia oferece salários baixos. “Agora precisamos ir para outra plataforma (se isso não nos banir no futuro próximo) e passar vários anos para alcançar nossos últimos rendimentos, como fizemos no OnlyFans”, diz ela. “[Nós] todos estamos sobrevivendo aqui.”

Ela diz que provavelmente tentará deixar o país assim que puder. “Qualquer pessoa que for a comícios pacíficos ou falar verdades na internet, pode ser presa, punida, privada de trabalho e de casa”, diz ela. “Fazemos tudo o que podemos. Mas não funciona. Mas ainda tentamos. Eu posso ser presa mesmo por contar isso agora.”

+++ LEIA MAIS: O dia em que David Bowie foi preso por carregar material nazista [FLASHBACK]

SixSexPlanes, uma criadora de conteúdo de 25 anos e modelo erótica com sede em Moscou, entrou em sua página OnlyFans no sábado para sacar dinheiro de sua conta. Ela diz que foi imediatamente redirecionada para um formulário de solicitação de suporte e que sua própria página parecia estar inativa.

Ela imediatamente entrou no Twitter, onde viu dezenas de outros modelos relatando que eles também foram bloqueados em suas contas OnlyFans. “Fazer conteúdo para OnlyFans é meu trabalho principal há mais de um ano”, disse ela à Rolling Stone via DM. “Sem ele não posso pagar aluguel, comida e todas as outras coisas necessárias para a vida.”

SixSexPlanes entrou em contato com o suporte ao cliente do OnlyFans e apenas recebeu uma mensagem no domingo de manhã. “Infelizmente, de acordo com uma atualização recente, todas as opções de pagamento para o seu perfil estão atualmente desativadas e as assinaturas do seu perfil OnlyFans são restritas”, diz a mensagem, que foi fornecida à Rolling Stone .

SixSexPlanes enfatiza que ela não apoia a invasão da Ucrânia, nem a maioria das pessoas que ela conhece apoiam o regime de Putin.

“É importante dizer que nem todos apoiamos nosso governo”, diz ela. “Estamos sofrendo com isso o tempo todo e agora estamos todos chocados... Tenho muitos amigos da Ucrânia. Todos temos medo por eles e estamos de olho, estamos tentando apoiar, mas não temos a oportunidade de mudar nada”.

Ela diz que, embora possa eventualmente mudar para outra plataforma de assinatura de conteúdo semelhante, como Fansly, provavelmente terá que contar com amigos e familiares para obter assistência econômica até descobrir seu próximo passo.

“Não sei o que devo fazer agora, nosso país está em uma situação muito instável”, diz ela. “Não acho que qualquer emprego possa ser encontrado fácil e rapidamente.”

Bunnie Mommy compartilhou um sentimento semelhante, acrescentando que ela tem família na Ucrânia e “dói meu coração ver o país em que vivo atacando um país pacífico com nossos irmãos e irmãs”.

Mas ela diz que as sanções não levam em conta a vida dos russos comuns que não apoiam a invasão, incluindo aqueles que estão tentando enviar dinheiro para seus parentes na Ucrânia e apoiar empresas ucranianas. “[Nós] somos humanos, os quais realmente desejam um céu pacífico sob a Ucrânia e querem ajudar o máximo que pudermos.”

Esta história foi atualizada para incluir comentários do OnlyFans e para refletir o fato de que OnlyFans restaurou a funcionalidade de contas em todos os países.