Mudanças Climáticas: 4 atitudes essenciais para ajudar a natureza e o clima, de acordo com Nat Geo [LISTA]

A COP26 ressaltou a importância de frear as mudanças climáticas ao redor do globo; por isso, confira ações concretas para ser mais sustentável

Redação Publicado em 10/11/2021, às 15h51

None
Emissão de gases poluentes colaboradores para mudanças climáticas (Foto: Reprodução/Twitter/BFM News)

Os temas envolvendo Mudanças Climáticas e aquecimento global tomaram as discussões nos últimos dias, graças à Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2021, também chamada COP26, realizada este ano em Glasgow, na Escócia. O aumento da temperatura global torna iminente a necessidade de mudanças de hábitos e práticas individuais e coletivas para mudar o rumo da saúde do planeta.

Por isso, a National Geographic começou uma campanha para inspirar a população da América Latina a adotar ações concretas para ajudar o meio ambiente. O podcast O Que Você Faz Importa, em parceria com a Rádio Disney, faz parte da iniciativa — apresenta especialistas e ativistas que expõe os principais problemas da situação atual e está disponível nas plataformas digitais. Também separamos quatro ideias cotidianas e efetivas para frear as Mudanças Climáticas, confira abaixo:

+++LEIA MAIS: Aquecimento global na próxima década pode levar planeta Terra à catástrofe, aponta relatório

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by National Geographic Brasil (@natgeobrasil)


Energia

O uso consciente dos recursos em geral, e especialmente da energia elétrica, é essencial para reduzir o impacto do ser humano no meio ambiente e, ainda, economiza dinheiro. São ações fáceis e cotidianas, como criar o hábito de apagar luzes ao sair de um cômodo ou priorizar o uso de lâmpadas de LED (menor consumo e duram mais tempo), acumular mais roupas para usar na máquina de lavar, entre outras.


Além da reciclagem

O excesso de plásticos descartados no meio ambiente — especialmente os de uso único, que têm vida útil muito curta — são uma das maiores apreensões relacionadas à mudança climática. Reciclar e separar o lixo, claro, são medidas efetivas para diminuir a quantidade de resíduo depositada em aterros sanitários. A ação pode ser facilitada separando apenas em duas partes: orgânicos e material reciclável. 

+++LEIA MAIS: Governo Bolsonaro potencializa destruição da Amazônia, afirma Greta Thunberg

Além da reciclagem, porém, também existem outros dois "Rs" importantes. Rejeite — substituir, por exemplo, sacolas plásticas por reutilizáveis ou negar utensílios de restaurantes ao pedir comida pelo delivery — e reuse, por meio de medidas simples como reaproveitar o copo ou xícara no ambiente de trabalho ao invés de utilizar novos copos plásticos, ou dar novos propósitos a potes vazios e garrafas PET.


Alimentação

Alimentação, um dos hábitos essenciais do ser humano, também pode ser um veículo de mudança para tornar o mundo melhor. Ao optar por alimentos orgânicos — livres de hormônios, agrotóxicos e outros produtos químicos — o sujeito respeita o ciclo de vida dos animais e meio ambiente, evitando contaminação do solo, água, vegetação, além de contribuir para maior absorção do gás carbônico pela atmosfera.

+++LEIA MAIS: Greta Thunberg critica Bolsonaro: 'Falhou em ações climáticas e na pandemia'


Mobilidade e meios de transportes

Por último, veículos também podem são uma das principais causas de emissão de poluentes no dia a dia. Por isso, troque o carro ou moto por alternativas mais sustentáveis, como caronas, transportes públicos, bicicletas ou trajetos a pé. Além de ajudar o meio ambiente, a ação contribui também para a saúde, reduzindo o sedentarismo; ajuda a economizar nos gastos com combustível e diminui o engarrafamento.