Netflix pode lucrar US$ 1,6 bilhão por ano com taxa para quem divide a senha, afirma analista

Analista estimou que o lucro da Netflix pode aumentar em 4% da receita anual do streaming

Redação Publicado em 23/03/2022, às 14h16

None
Logo da Netflix (Foto: Reprodução)

Netflix irá incluir uma taxa na fatura dos usuários que compartilham a senha da conta no streaming com pessoas que moram em outras casas e, de acordo com analista do Wall Street (via Variety), a plataforma pode lucrar US$ 1,6 bilhão – cerca de R$ 7,7 bilhões – com essa nova regra.

Na última semana, o streaming anunciou que a cobrança entraria em fase de testes na América Latina, em países como Chile, Costa Rica e Peru. A taxa tem duas variações. A primeira, Add an Extra Member, permite adicionar até dois integrantes de fora. A segunda, Transfer Profile to a New Account, permite transferir um perfil para outra conta. Ambas variam entre metade do preço da mensalidade básica do serviço de streaming.

+++ LEIA MAIS: Alerta Vermelho: Qual filme garantiu a Ryan Reynolds estrelar sucesso da Netflix?

De acordo com analista da Cowen & Co., o streaming pode lucrar US$ 1,6 bilhão em receita global anualmente, ou cerca de 4% a mais em relação à projeção de receita da empresa em 2023 de US$ 38,8 bilhões. A estimativa é que cerca de metade dos usuários não pagantes passem a assinar um pacote para ter a própria conta.

“Acreditamos que os esforços recentes da Netflix refletem uma progressão natural em mercados mais maduros e podem adicionar inscrições incrementais e [receita] se o teste for lançado globalmente,” escreveu o representante do Cowen & Co. De acordo com a pesquisa com 2.500 consumidores dos EUA, cerca de 10% dos 116 milhões de casas com internet do país tem alguém que assiste à Netflix, mas não é assinante pagante.

+++ LEIA MAIS: Netflix: U2 ganha série biográfica dirigida com J. J. Abrams

No entanto, o analista da Benchmark Co., Matthew Harrigan, não está tão otimista com a decisão do streaming. Para ele, a taxa seria uma “mudança de jogo de crescimento,” e afirmou que a estratégia “canibaliza o crescimento total de membros.” Além disso, calculou o lucro em menos de 4% da receita.