Nicolas Cage: Corvo de estimação xinga ator pelas costas; entenda

Nicolas Cage escolheu animal de estimação 'gótico' como ele, um corvo chamado Hoogan

Daniel Kreps | Rolling Stone EUA. Tradução: Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 26/01/2022, às 17h01

None
Nicolas Cage (Foto: Malcolm Taylor / Getty Images)

O ator Nicolas Cage admitiu que, fora dos papéis sombrios que interpreta nas telonas, é um “gótico” de coração, tão mergulhado na subcultura que realmente possui um corvo de estimação.

Em entrevista ao Los Angeles Times em meio a outro ressurgimento crítico e cult — como consequência do lançamento do aclamado Pig (2021) e The Unbearable Weight of Massive Talent (2021), no qual interpreta a si mesmo — o prolífico ator revelou que seu corvo chamado Hoogan vive em uma cúpula geodésica que Cage chama de sua casa de Las Vegas (EUA). 

+++LEIA MAIS: Nicolas Cage desabafa sobre ‘fracassos’ em Hollywood: ‘Fui marginalizado pelos estúdios’

O corvo de Cage também pode ser um papagaio, pois o ator afirma que "ele passou a me xingar... é cômico, pelo menos, é para mim." Por exemplo, quando o ator sai da sala e diz “Tchau” para seu pássaro, Hoogan supostamente responde de volta: “C*z**.” “Corvos são muito inteligentes. Gosto da aparência deles, o aspecto de Edgar Allan Poe,” acrescentou, confundindo os "ravens" presentes na obra do autor com "crows." “Gosto do elemento gótico. Eu sou gótico.”

Não está claro por que Cage nomeou seu corvo "Hoogan"; uma pesquisa básica no Google sugere que o pássaro pode ter o nome em homenagem a Crow Hogan, personagem da série de anime popular Yu-Gi-Oh! (2000). Além do corvo, Cage também é um amante de gatos, possuindo um par de felinos chamados Merlin e Teegra.

+++LEIA MAIS: Nicolas Cage é confundido com sem-teto e expulso de bar por bebedeira e confusão

Cage provavelmente se tornará totalmente “gótico” para um de seus próximos papéis, interpretando o sanguessuga Drácula na próxima comédia de terror Renfeld, que acontece quase um quarto de século depois que o ator interpretou um quase vampiro na comédia de humor negro de 1989 O Beijo do Vampiro.