Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Os Simpsons: Por que Mark Hamill não gostou de dublar a si mesmo?

Mark Hamill trabalhou como dublador em Simpsons, mas não gostou muito da experiência

Dimitrius Vlahos Publicado em 21/08/2022, às 13h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Simpsons (Foto: Divulgação / Fox)
Simpsons (Foto: Divulgação / Fox)

Mark Hamill participou dos Simpsons - a série norte-americana mais longa da história — como dublador de si próprio vestido de Luke Skywalker, de Star Wars. Apesar disso, a principal intenção do ator era conquistar um personagem próprio, e ele teve as duas experiências, conforme apontado pelo Screen Rant.

Na temporada 10, no episódio "Homer: O Guarda-Costas", Hamill ganhou sua chance. Em um primeiro momento, convidado apenas para interpretar a si, ele não gostou da ideia. "Ao se interpretar, você fica muito consciente em termos de: 'Bem, quem sou eu? Como minha voz soa?'", explicou em entrevistas para o DVD da série.

+++LEIA MAIS: Star Wars: Reencontro de Ewan McGregor e Hayden Christensen foi ‘incrivelmente emocionante’

Embora pareça um questionamento filosófico, a fala de Mark remete a questões técnicas da dublagem, como ele possui experiência na área — inclusive vivendo a sua persona real na animação Freakazoid.

O próprio roteiro do episódio, com uma versão caricata de Hamill, também teria complicado sua relação com o projeto. No desenho, o ator faria qualquer coisa por dinheiro, incluindo vender planos de telefone. "Como ousaram?", questionou.

Para atender pedidos por personagem original, produtores o deixaram dublar Leavelle — um treinador de guarda-costas — e Hamill gostou: "Este eu amei fazer. Realmente apenas não gostei de interpretar a mim mesmo."

+++ LEIA MAIS: Star Wars: Qual filme da saga é favorito de Mark Hamill?


Previsão do futuro

Existem muitos fatores que tornam Os Simpsonsuma série tão famosa no mundo todo — sendo que o humor dos episódios é um dos principais deles. Mas o fato da série ter previsto tantos episódios da história através dos anos não é de se descartar.

Em um episódio de 1998, por exemplo, a animação previu que a Disney compraria a Fox. Mais tarde, a trama revelou uma das reviravoltas de Game of Thrones, previu a cédula brasileira de R$ 200, adivinhou que Donald Trump seria eleito nos Estados Unidos e ainda acertou o nome de um vencedor do Prêmio Nobelseis anos antes de sua vitória.

+++LEIA MAIS: Simpsons faz paródia hilária de Succession, série da HBO; assista

Agora, segundo Matt Selman, a suposta 'mediunidade' dos roteiristas da série deve ser explicada na próxima temporada. Isso porque, em entrevista ao Deadline, o produtor revelou que a 34ª fase da animação contará com um episódio conceitual sobre o tema.

Teremos um episódio conceitual que explica como Os Simpsonsconhecem o futuro. É um episódio com muitas coisas malucas, mas explica como Os Simpsonspodem adivinhar as coisas."

+++LEIA MAIS: 5 vezes em que Os Simpsons previram o futuro: de Trump presidente a lesão do Neymar [LISTA]