Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Peaky Blinders denuncia vídeo de campanha homofóbica de político

Governador Ron DeSantis usou personagem de Peaky Blinders para narrativa homofóbica em vídeo

Redação Publicado em 06/07/2023, às 14h56

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Peaky Blinders (Foto: Divulgação/Netflix)
Peaky Blinders (Foto: Divulgação/Netflix)

Governador da Flórida desde 2019, Ron DeSantis publicou vídeo homofóbico, com trechos da série Peaky Blinders, durante campanha presidencial para eleições marcadas para 2024. Agora, produção do seriado se pronunciou nas redes sociais e denunciou o político.

O vídeo em questão conta com uma narrativa homofóbica com imagens de personagens considerados "machões," como Thomas Shelby (Peaky Blinders) e Jordan Belfort (O Lobo de Wall Street). Além disso, várias manchetes aparecem na tela para rebater o pânico moral (“as leis anti-LGBT da Flórida são injustificadas e antiamericanas”) sobre as opiniões controversas de DeSantis, as quais incluem agenda transfóbica.

+++LEIA MAIS: Peaky Blinders terá um filme? Cillian Murphy responde

Nas redes sociais, os responsáveis pela série da Netflix detonaram o vídeo de Ron DeSantis. "Em nome dos parceiros de Peaky BlindersSteven Knight, Cillian Murphy, Caryn Mandabach Productions, Tiger Aspect Productions e Banijay Rights – confirmamos que a filmagem do personagem de Tommy Shelby usada no vídeo postado pela campanha de Ron DeSantis foi obtida sem permissão ou oficial licença," afirmaram.

Não apoiamos nem endossamos a narrativa do vídeo e desaprovamos veementemente o uso do conteúdo dessa maneira.