Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Quando Ellen DeGeneres constrangeu Taylor Swift na TV com perguntas sobre ex

Cantora chegou a gritar repetidas vezes pedindo que apresentadora parasse de mostrar em telão fotos de homens com quem ela teria ou não se relacionado

Taylor Swift no The Ellen DeGeneres Show (Foto: Divulgação)
Taylor Swift no The Ellen DeGeneres Show (Foto: Divulgação)

Desde seus primeiros anos de popularidade, Taylor Swift lida com um tipo de discussão que vai além de sua música: seus relacionamentos íntimos. A cantora teve namoros conhecidos com outros famosos e os abordou algumas vezes nas próprias canções.

Dessa forma, jornalistas e apresentadores também tocaram no assunto quando conduziam entrevistas com Taylor. Nem sempre o tema entra na pauta de forma respeitosa, como no caso da participação da artista no programa de Ellen DeGeneres, em 2013.

Na ocasião, a apresentadora de TV passou quase toda a entrevista perguntando à cantora, de diferentes formas, se ela havia namorado o ator Zac Efron. Pela forma como a situação se deu, parecia ser um quadro de humor, mas Taylor estava visivelmente desconfortável e apenas negava de forma frequente que Efron tenha sido seu parceiro afetivo.

Após cerca de dois minutos, DeGeneres inicia um quadro para tentar descobrir sobre quem é a música “We Are Never Ever Getting Back Together”. Para isso, ela expõe várias imagens de Swift com homens e pede que a artista toque a campainha quando o telão mostrar o sujeito que realmente inspirou a canção. A cantora reage:

Não sei se quero fazer isso. Esta é a única coisa que eu tenho, é como um pingo de dignidade que eu tenho. As pessoas farão suposições e a única coisa que tenho é tipo essa pequena carta na manga…

Não adianta: Ellen segue com o planejado. A brincadeira começa com uma foto de Zac Efron e Taylor torna a dizer que nunca se relacionou com ele. A partir daí, são exibidos homens aleatórios, como Danny DeVito e Justin Bieber, e de fato ex-namorados da artista, como Taylor Lautner e John Mayer.

Quando a imagem de Mayer aparece, Swift fica visivelmente irritada e diz: “Não quero! Eu não quero. Eles vão me enviar e-mails raivosos (por falar deles) e eu não quero recebê-los”. Mais fotos são exibidas até que a cantora se chateia novamente e praticamente implora para que o quadro seja encerrado.

“Pare, pare, pare”, repete a artista, que parece normalizar seus sentimentos de forma bem rápida logo em seguida, mas sem deixar de dizer: “Isso me faz sentir tão mal comigo mesmo toda vez que venho aqui, você coloca um cara diferente lá na tela e isso me faz realmente questionar o que eu represento como ser humano”.

Uma versão sem edições da entrevista pode ser assistida no player a seguir, em inglês e sem legendas em português.

Novo viral no TikTok

Nos últimos anos, trechos da entrevista viralizaram nas redes sociais, em especial no TikTok, em tom crítico à postura adotada por Ellen DeGeneres. A discussão ganhou força após a exibição do documentário Framing Britney Spears (2021), que mostrou como Britney Spears teve problemas não apenas com sua família, como também com a mídia, enquanto era uma das artistas mais populares do momento na década de 2000.

Mais recentemente, a filmagem voltou a ganhar repercussão na rede social e a modelo Emily Ratajkowski aderiu ao coro de vários usuários ao dizer que toda aquela situação era bizarra.

Ellen DeGeneres e Mariah Carey

Internautas lembram, inclusive, que essa não foi a única vez em que algo similar foi feito pela apresentadora, cujo programa de TV foi encerrado em 2022. Em uma ocasião onde recebeu Mariah Carey, em 2018, a apresentadora quis que Carey confirmasse os rumores de que estava grávida ao beber champanhe.

Posteriormente, Carey disse que se sentiu desconfortável naquela situação, pois não queria revelar sua gestação ao público. Ela havia sofrido um aborto espontâneo anteriormente e só anunciaria a gravidez depois que houvesse certeza de que não teria problemas nos primeiros meses.