Rebelde: Elenco celebra representatividade LGBTQ+ em série da Netflix

Selene, Giovanna Grigio e Franco Masini ressaltam a importância de personagens LGBTQ+ na nova versão de Rebelde

Mariana Rodrigues Publicado em 11/01/2022, às 11h51

None
Selene e Giovanna Grigio como Andi e Emília em Rebelde (Foto: Divulgação/Netflix)

Nova versão da novela mexicana Rebelde (2004) estreou na Netflix no início de 2022 trazendo a essência do original, mas com debates atuais e, principalmente, mais representatividade com personagens de diferentes nacionalidades e sexualidades, como é o caso de Andi (Selene) e Emília (Giovanna Grigio). O relacionamento das personagens não foi apenas um sucesso entre os fãs, mas também foi celebrado pelo elenco.

Em entrevista ao Omelete, Selene ressaltou a importância de abordar temas que se conectem com o novo público da série. “Acredito que, agora, estamos tocando em temas mais atuais para essa Geração Z, entre eles obviamente diversidade e inclusão. E há personagens os representando. Fico feliz de ver a realidade em tela.”

+++ LEIA MAIS: Rebelde: Quem é quem no reboot da Netflix?

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Giovanna Grigio (@gigigrigio)

 

Apesar do sucesso da versão de 2004, muito pouco se discutia sobre o assunto naquela época. Além de tratar a temática com naturalidade e sem tabus, Rebelde da Netflix coloca personagens LGBTQ+ como protagonistas e não de forma estereotipada.

Atriz brasileira, Grigio concorda com a colega de elenco e falou sobre a importância da personagem na trama: “A vejo e penso: ‘essa menina vai inspirar muitas outras que se identificam com ela’.” E elas não são as únicas, Luka, personagem de Franco Masini, também se identifica como queer e constantemente se pronuncia a favor da inclusão.

+++ LEIA MAIS: Rebelde: Por que uniformes são diferentes dos originais no reboot da Netflix?

“Diria que meu personagem não tem rótulos. A série, nesse sentido, está muito atualizada e moderna. São almas livres e cada um vai vivendo a vida como quer,” explicou Masini.

Rebelde Netflix

Rebelde (2022) chegou à Netflix em 5 de janeiro e apresentou um novo grupo de alunos do Elite Way School, onde Celina (Estefanía Villarreal) retorna, dessa vez, como diretora. Com referências e homenagens à novela original, a série acompanha estudantes em uma batalha de bandas enquanto precisam lidar com amizades, relacionamentos amorosos e problemas familiares.

+++ LEIA MAIS: Rebelde: O que Dulce María pensa sobre reboot?