Sex Education: Netflix veste artistas brasileiras em fantasias de ‘ppk’ para celebrar diversidade; assista

O site 'Toda PPK É Linda,' de Sex Education, é real e a Netflix o utilizou para conscientizar mulheres sobre suas partes íntimas

Redação Publicado em 22/09/2021, às 16h50

None
Aimee Lou Wood, de Sex Education, na campanha Aimee e o Maravilhoso Universo das PPKs (Foto: Reprodução/Youtube)

Desde a estreia da primeira temporada na Netflix em 2019, Sex Education focou na missão de trazer debates e conscientização sobre a vida sexual de jovens e quebrou estereótipos de séries adolescentes, as quais, frequentemente, retratam relações íntimas de forma polida, romantizada e performática, sempre de forma bem-humorada e dramática. Aimee (Aimee Lou Wood) é um dos principais veículos para esses discursos.

Na terceira temporada da série, Aimee nota que suas partes íntimas não são iguais ao modelo didático exposto no consultório da mãe de Otis (Asa Butterfield). Por isso, a sexóloga Jean (Gillian Anderson) recomenda o site "Toda PPK É Linda" para a jovem aprender sobre todos os diferentes tipos de vulvas. A personagem fica fascinada com as informações e repassa os conhecimentos aos alunos do colégio Moordale. A plataforma existe na realidade e foi lançada pela Netflix para promover os novos episódios da série.

+++LEIA MAIS: Sex Education: 5 momentos importantes na série da Netflix - Amizade de Otis e Eric, garotas no ônibus e mais [LISTA]

Além disso, o serviço de streaming lançou o vídeo promocional Aimee e o Maravilhoso Universo das PPKs, no qual as artistas brasileiras Preta Gil, Claudia Ohana, Mandy Candy e Marcela McGowan ensinam à jovem sobre a liberdade envolvendo o órgão feminino. Assim como Aimee, a Netflix considera importante apoiar a causa e celebrar a diversidade das vulvas.

No vídeo, as artistas aparecem em um cenário extra-terrestre, ou Maravilhoso Universo das PPKs, e falam sobre a liberdade de se conscientizar sobre os diferentes tipos de vulva — dos mais diversos nomes, tamanhos, cores — e reforçam como todos são belos. Mandy Candy também entra na questão das mulheres transgênero, ao dizer: "A gente bem sabe que não é uma ppk que te faz ser mulher. Basta se sentir e se encontrar."

+++LEIA MAIS: Sex Education e mais: 6 séries teen e adolescentes com representatividade LGBTQ+ [LISTA]

A ex-BBB e ginecologista Marcela McGowan, por sua vez, chama atenção para a comunidade LGBTQ+: "E eu sei que você sabe que também tem ppk que gosta de ppk, né?" Preta Gil finaliza dizendo a Aimee: "O importante é você se curtir!" Assista ao vídeo abaixo: