Sharon Osbourne precisou deixar o The Talk por não se 'arrepender o suficiente'; entenda

Sharon Osbourne deixou o programa após discussão com a co-apresentadora Sheryl Underwood, e polêmicas sobre racismo e homofobia

Redação Publicado em 13/10/2021, às 11h08

None
Sharon Osbourne (Foto: Rich Fury/Getty Images)

Sharon Osbourne deixou abruptamente o elenco do programa The Talk após uma discussão com a co-apresentadora Sheryl Underwood no episódio de 10 de março - e, segundo a própria, ela não se arrependeu o suficiente publicamente e, por essa razão, precisou deixar a equipe, via Yahoo News.

Na discussão com Underwood, Osbourne defendeu o amigo Piers Morgan, quem foi acusado de racismo no próprio programa, Good Morning Britain, após ataques verbais contra Meghan Markle. Além disso, também neste ano, Osbourne foi acusada de uma série de comentários racistas e homofóbicos aos co-apresentadores ao longo dos anos, segundo relatos do jornalista norte-americano Yashar Ali.

+++ LEIA MAIS: Sharon Osbourne nega acusações de racismo e homofobia nos bastidores do programa The Talk; entenda

Pouco depois das polêmicas, e posteriormente os relatos de Yashar Ali, o The Talk entrou em um hiato por tempo indeterminado enquanto a CBS decidiu iniciar uma investigação interna. A então apresentadora emitiu um pedido de desculpas e, em 26 de março, Osbourne deixou oficialmente o programa. 

Em entrevista ao The Megyn Kelly Show nesta terça, 12, Osbourne disse que ela quem exigiu essa investigação após a discussão com Underwood. No entanto, não acredita que foi realizada de forma adequada: "Quando tudo isso aconteceu, fui ao RH e disse: 'Quero uma investigação. Quero saber quem decidiu fazer isso. Por que fui deixada de fora [no programa]. Quero saber o por quê'."

+++LEIA MAIS: Sharon Osbourne conta como Ozzy Osbourne tentou matá-la enquanto estava sob efeito de drogas

"E então eles fizeram a investigação, mas foi, como de costume com empresas como esta. Eles falaram com a minha produtora que estava me preparando naquela manhã? Não, ela nunca foi entrevistada. Eles falaram com as pessoas que estavam dirigindo o programa? Não. Então, eles falaram com algumas pessoas. [...] Eles escolheram seletivamente certas pessoas para conversar. Fiquei sabendo que fui muito ofensiva com a maneira como tratei Sheryl e com o meu comportamento," disse.

Após ser afastada do programa, a apresentadora quis saber o motivo: "E então o RH me disse: 'Sentimos que você não está se arrependendo o suficiente. Onde você está se arrependendo? O que você está fazendo? Seu comportamento em relação a isso não é apropriado para esta situação'."

+++LEIA MAIS: Ozzy Osbourne defende Sharon Osbourne após a apresentadora se envolver em polêmica racista

"[...] E eles estavam com muito medo de mim porque não tenho medo de dizer o que sinto. E eles só queriam que eu fosse embora. Porque quando comecei a falar sobre coisas que haviam acontecido no programa antes, eles ficaram muito, muito nervosos e só queriam que eu fosse embora, o que posso entender," completou.