She-Hulk: Como corpo da heroína é feito para série do MCU?

A atriz Tatiana Maslany explicou o processo de criação de She-Hulk

Redação Publicado em 07/12/2021, às 10h59 - Atualizado em 14/12/2021, às 21h25

None
Tatiana Maslany (Foto: Reprodução)

A atriz Tatiana Maslany, conhecida pelo papel em Orphan Black e responsável por viver a Mulher-Hulk no Universo Cinematográfico Marvel (MCU) na futura série exclusiva Disney+, confirmou que a versão de Jennifer Walters será feita totalmente por captura de movimentos e computação gráfica, via Ei Nerd

Ao podcast Scott Hasn’t Seent, Maslany falou sobre a versão de Walters, que seguirá o mesmo formato do Hulk de Mark Ruffalo e será totalmente computadorizada: "É tudo CGI. […] Estou na captura de movimentos o tempo todo. Estou em plataformas […] onde tenho uma cabecinha no topo da minha cabeça," explicou.

+++ LEIA MAIS: Mulher-Hulk, Ms. Marvel e Cavaleiro da Lua: 8 novos heróis da Marvel confirmados na fase 4 do MCU [LISTA]

Como aponta o Ei Nerd, seria negativo para a produção apostar em maquiagens e longas preparações para não obter o resultado trazido com o CGI. Por isso, a série acerta em apresentar a versão de She-Hulk totalmente computadorizada, aprimorando os detalhes da super-heroína.


Mais sobre She-Hulk

Jennifer Walters é uma advogada quem tem uma vida comum, mas, após sofrer um acidente, precisa de uma transfusão de sangue do primo Bruce Banner. No processo, ele também transfere alguns genes do Hulk, dando a Jennifer os mesmos poderes do primo. Mas, diferente de Bruce, ela consegue manter a personalidade, autocontrole e intelecto mesmo transformada.

+++ LEIA MAIS: Os principais Easter eggs de Loki, série do MCU [LISTA]

A série chega ao público em 2022, com lançamento exclusivo no catálogo do Disney+. Não há data de estreia exata ainda, porém.