The Big Bang Theory: Como 'Soft Kitty' causou problemas legais para a série?

"Soft Kitty," música que Penny canta em The Big Bang Theory, fez a sitcom parar na justiça

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 11/10/2021, às 16h40

None
Penny em The Big Bang Theory (Foto: Reprodução)

The Big Bang Theory (2007) foi uma das sitcoms de maior sucesso dos anos 2000 e, apesar de receber diversos prêmios e ser muito elogiada pela crítica, a série também enfrentou problemas na justiça. A canção “Soft Kitty,” apresentada no primeiro episódio, rendeu um processo para a CBS e a Warner Bros. (via Looper)

No episódio The Pancake Anomalyda primeira temporada, Penny (Kaley Cuoco) canta uma música chamada “Soft Kitty” para Sheldon (Jim Parsons) quando ele estava doente. Em 2015, de acordo com The New York Times, Ellen Newlin Chase e Margaret Chase Perry processaram a emissora alegando que a letra da canção era da mãe delas, Edith Newlin.

+++ LEIA MAIS: The Big Bang Theory: Como saída de Jim Parsons salvou a série?

As irmãs acusaram os produtores de violação de direitos autorais e disseram que a letra é muito semelhante a um poema chamado “Warm Kitty” publicado em um livro de 1937 intitulado Songs for the Nursery School.

A Willis Music, dona dos direitos autorais de Songs for the Nursery School, afirmou que realizou um acordo com a emissora antes do episódio The Pancake Anomalyir ao ar. “Os escritores queriam a música porque um deles se lembrava dela quando criança. Eles também queriam mudar ligeiramente a letra e eu realmente não tenho certeza do motivo dessa mudança,” disse um comunicado no site da empresa.

+++ LEIA MAIS: Furo em The Big Bang Theory? Teoria aponta ‘erro’ nos hábitos de Sheldon

Segundo a Reuters, o processo tramitou por dois anos antes de ser julgado em 2017 e a juíza Namoi Reice Buchwald determinou que as irmãs Chase não conseguiram provar que eram donas dos direitos que possuíam os direitos autorais de sua mãe sobre "Warm Kitty".


The Big Bang Theory

A sitcom acompanha, principalmente, os companheiros de apartamento, amigos e físicos Leonard (Johnny Galecki) e Sheldon (Jim Parsons): super inteligentes, têm pouca dificuldades em encontrar soluções para os problemas quânticos do planeta, mas muitas para lidar com relacionamentos (especialmente com mulheres) e outras situações sociais. A série fez muito sucesso mundialmente — arrecadou um total de 55 indicações ao Emmy, e 10 vitórias.

+++ LEIA MAIS: The Big Bang Theory: furo na história de Howard é percebido 12 anos depois de ir ao ar

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por The Big Bang Theory (@bigbangtheory)