Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Wandinha: Dança viral homenageia A Família Addams

Dança viral com Jenna Ortega em Wandinha acontece no quarto episódio, intitulado 'Noite de desgosto'

Redação Publicado em 29/11/2022, às 16h58

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Jenna Ortega em Wandinha (Foto: Reprodução/Netflix)
Jenna Ortega em Wandinha (Foto: Reprodução/Netflix)

Um dos principais lançamentos da Netflix em 2022, Wandinha chegou ao catálogo do streaming na última quarta, 23, e teve cena que viralizou na internet: uma dança da protagonista, interpretada por Jenna Ortega, no quarto episódio, intitulado "Noite de desgosto." Na internet, alguns internautas notaram como o trecho homenageia a série original da franquia, A Família Addams.

No Twitter, Ortega homenageou artistas que ela revelou ter inspirado o trabalho dela em Wandinha: "Siouxsie Sioux, Rich Man's Frug de Bob Fosse, Lisa Loring, Lene Lovich, Denis Lavant e imagens de arquivo de góticos dançando em clubes nos anos 1980. Ajudaram-me nessa," escreveu a atriz. Além disso, fãs atentos notaram como um momento da coreografia corresponde a um movimento semelhante que Gomez Addams fez na série dos anos 1960.

+++LEIA MAIS: Wandinha: Confira a trilha sonora completa da série, de Rolling Stones a Metallica

"Você fez um movimento lá que foi uma homenagem ao Gomez de John Astin. Não pense que não vemos você. Muito bem," escreveu um internauta comparando ambas as cenas. Outra pessoa também notou como Ortega prestou homenagem para Wandinha dos anos 1960, interpretada por Lisa Loring.


Performance em Wandinha faz música de Lady Gaga viralizar

Uma cena de Wandinha (2022) editada com a música "Bloody Mary" de Lady Gaga fez com que a faixa batesse recordes de streaming. A cena em questão mostra Wandinha performando uma coreografia característica da personagem, criada inclusive pela própria atriz, Jenna Ortega.

+++ LEIA MAIS: De Lady Gaga a Foo Fighters: 7 substituições radicais em line-ups de festivais

Graças ao vídeo, "Bloody Mary" de 2011, atingiu 429 mil reproduções no Spotify, maior marca desde o lançamento da faixa. A cena não impulsionou só a canção, mas também o disco Born This Way chegando a 1.620.331 streams entre todas as músicas do projeto. "Judas", "Born This Way" estão entre as faixas mais tocadas. Assista ao vídeo abaixo.