Zayn se manifesta após acusação de agressão contra mãe de Gigi Hadid: 'Nego veementemente'

Ex-One Direction, Zayn Malik publicou uma nota nas redes sociais, além de fazer um comunicado oficial para o site TMZ

Redação Publicado em 29/10/2021, às 11h53

None
Zayn Malik (Foto: Jamie McCarthy/Getty Images)

Zayn Malik, ex-integrante da boy band One Direction, se manifestou após ser acusado de agredir a mãe da modelo Gigi Hadid, com quem mantinha um relacionamento de idas e vindas desde 2015. O cantor falou sobre a polêmica em um comunicado ao TMZ. (Via E! Online)

"Eu nego veementemente ter agredido Yolanda Hadid e pelo bem da minha filha eu me recuso a dar mais detalhes e eu espero que Yolanda reconsidere suas falsas acusações e siga para a cura dessas questões familiares em particular."

+++ LEIA MAIS: As 5 melhores músicas do disco Mind of Mine, do Zayn [LISTA]

De acordo com o veículo, Yolanda Hadid afirmou ter sido agredida por Malik e considerou fazer uma queixa na polícia, porém a declaração não foi confirmada oficialmente pela estrela de The Real Housewives of Beverly Hills (2010).

Contudo, antes da acusação ser publicada pelo TMZ, Malik fez uma publicação nas redes sociais e confirmou uma discussão com "um integrante da família da parceira" dele. O cantor também criticou como o assunto se tornou público.

+++ LEIA MAIS: Zayn critica Grammy Awards: 'Fod*-se o Grammy e todos associados'

"Como vocês todos sabem, sou uma pessoa reservada e quero muito criar um ambiente privado e seguro para minha filha crescer. Um lugar onde assuntos privados de família não são jogados em um palco mundial para todos se intrometerem."

Malik continuou: "Em esforço de proteger esse espaço para ela, eu concordei em não contestar alegações decorrentes de uma discussão que tive com um integrante da família da minha parceira, que entrou em nossa casa enquanto minha parceira estava fora há várias semanas."

+++ LEIA MAIS: Em Nobody's Listening, Zayn mergulha no R&B, fica preso nos clichês, mas faz o melhor disco da carreira [REVIEW]

O cantor também disse ter "esperança de cura para todos os envolvidos" e continuar "vigilante em proteger [a filha] Khai e dar a ela a privacidade que ela merece." Malik e Hadid tiveram a primeira filha em setembro de 2020.

O TMZ ainda afirma que Malik foi acusado de quatro crimes de assédio e não contestou nenhum deles, resultando em liberdade condicional de 90 dias para cada acusação. Vale lembrar que essas informações não foram confirmadas pelos envolvidos.

+++ LEIA MAIS: 6 músicas para entender a carreira solo de Zayn