Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Zoe Terakes comenta importância de ser o primeiro ator trans da Marvel

Escalado para o elenco da série Ironheart, o ator de 22 anos defendeu que o lugar de artistas trans não é apenas em histórias trágicas

Redação Publicado em 02/02/2023, às 19h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Zoe Terakes em 2023 (Foto: Getty Images)
Zoe Terakes em 2023 (Foto: Getty Images)

Em agosto de 2022, a Marvel confirmou a escalação de Zoe Terakes para o elenco da série Ironheart, do Disney+. Primeiro ator trans masculino do Universo Cinematográfico da Marvel(MCU), então, ele comentou o anúncio em recente entrevista ao Collider.

Natural da Austrália, Zoe falou abertamente sobre seu gênero quando tinha 19 anos, afirmando identificar-se como não-binário e trans masculino. Desde então, atuou na série Wentworth e nos filmes Ellie & Abbie, The End, Nine Perfect Strangers e Talk to Me. A série Ironheart, contudo, representa um novo capítulo na vida do ator.

+++LEIA MAIS: Capitão América gay retorna aos quadrinhos da Marvel

Acho que, como uma pessoa trans, eu não me via em lugar nenhum enquanto crescia, então eu realmente não sabia que existia. Especialmente não em filmes e séries de super-heróis”, explicou Zoe. “Então, me sinto profundamente grato que crianças e adolescentes trans agora têm para onde olhar e saber que eles existem, saber que podem ter superpoderes e que esse é o nosso lugar.”

Deixando claro que a oportunidade “significou muito” para a sua carreira, Zoe defendeu que o lugar de personagens e artistas transsexuais não é apenas em histórias tristes. “Não pertencemos apenas às histórias de trauma, à margem, morrendo nas narrativas, sabe? Nosso lugar é com os grandes heróis”, afirmou o ator.

+++LEIA MAIS: Por que fãs da Marvel não aceitam super-heroínas, diz Sarah Michelle Gellar

É interessante pontuar que, enquanto as primeiras fases do MCU não contaram com uma grande diversidade nas telas, o estúdio tem buscado uma maior representatividade para a Fase 4 do universo. Exemplos disso são Phastos, o primeiro herói abertamente gay do MCU, e Makkari, a primeira heroína com deficiência auditiva, ambos do longa Eternos (2021).

Além da importante escalação de Zoe Terakes, Ironheart também contará com Shea Coulée, drag queen estadunidense vencedora do RuPaul's Drag Race, em seu elenco. Por enquanto, ainda não foram revelados mais detalhes sobre a série criada por Chinaka Hodge, mas sabe-se que a trama deve estrear no Disney+ ainda em 2023.

+++LEIA MAIS: Angela Bassett, de Pantera Negra 2, é primeira atriz da Marvel a receber indicação ao Oscar

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!