Apresentado na última CCXP, O Parrícidio converge surrealismo e poesia marginal em experiência psicanalítica