“Foi o disco mais cheio de possibilidades que já fiz”, diz Jimmy London sobre debute do RATS