Grammy 2015: como a premiação trocou os discursos longos por apresentações históricas - e deu certo