Ninfomaníaca, de Lars von Trier, ganha o cartaz mais ousado até agora