“Não dá pra esquecer completamente o primeiro álbum”, diz Max Bloom, do Yuck