Rita Lee vende (quase) tudo