O “Teen Spirit” de Khalid: como um adolescente solitário fez o disco de estreia mais surpreendente do ano