VMA 2017: Kendrick Lamar e Ed Sheeran dominam noite marcada por debates sobre racismo nos EUA e suicídio