Acervo Pessoal

Guias / CDs - Redação Publicado em 06/04/2009, às 20h21 - Atualizado em 12/05/2009, às 21h25

O Começo da Lenda

O produtor Phil Spector é uma das figuras mais polêmicas do mundo do pop. Mas, antes de se consagrar nos anos 60 com sua “parede sonora”, Spector fez parte do grupo The Teddy Bears, que também contava em sua formação com Annete Kleinbard e Marshall Leib. Com a ajuda do baterista Sandy Nelson e de alguns músicos de estúdio, o trio gravou para a Era Records a composição de Spector “To Know Him Is to Love Him”, que chegou ao primeiro lugar da parada americana no final de 1958. A gravadora Imperial os contratou para gravar um álbum. O disco, que teve o nome Teddy Bears Sing, saiu em 1959 e por motivos contratuais não incluiu o hit “To Know Him Is to Love Him”. Mas o grande problema é que a gravadora não deixou Spector produzir e impôs Jimmie Haskell. O álbum se apoiava em covers, dentre eles “Unchained Melody”, “Little Things Mean A Lot” e “Tammy”. Essa raridade nunca foi lançada oficialmente em CD.

Hits de Montão

No último dia 11 de fevereiro, faleceu a cantora Estelle Benett. Ela tinha 67 anos e sofria de câncer no cólon. Estelle fez parte do trio The Ronettes, que também tinha em sua formação Nedra Talley e Veronica (Ronnie) Bennett, irmã de Estelle. O trio era a menina dos olhos de Phil Spector, que desde o começo devotou a elas um carinho especial. O produtor até se casou com Ronnie e a transformou na grande estrela das Ronettes. A clássica “Be My Baby”, o maior hit das Ronettes, puxa o álbum Presenting the Fabulous Ronettes Featuring Veronica, que saiu em 1964 pela gravadora Philles. Mas esta não é a única música de peso do disco. Aqui estão outros grandes sucessos das garotas como “You, Baby”, “Do I Love You”, “Walking in the Rain” e “So Young”. Várias dessas canções estão presentes em compilações, mas o disco na íntegra ainda é uma lacuna no formato digital.

Relacionamento Complicado

Outro grande grupo feminino do cast de Phil Spector era The Crystals. Só que o relacionamento com o produtor nunca foi dos melhores. As garotas achavam que Spector as deixava de lado para dedicar mais tempo a The Ronettes. E muitas vezes Spector substituía as garotas do The Crystals por outras vocalistas. Foi o que aconteceu com “He’s a Rebel” (canção de Gene Pitney), o maior hit creditado ao The Crystals. Na verdade o vocal foi feito por Darlene Love, cantora de estúdio e “arma secreta” de Spector. Apesar dos conflitos, a associação Spector/Crystals gerou hits como “Uptown”, “Da Doo Ron Ron” e “Then He Kissed Me”. O álbum He’s a Rebel (1964), além da faixa título, destacou “There’s No Other (Like My Baby”, “He’s Sure the Boy I Love” e a polêmica “He Hit Me (And It Felt Like A Kiss)”, canção que foi banida na época por supostamente exaltar a violência doméstica

Paulo Cavacanti

Últimos Guias CDs