divulgação

Marku Ribas

Guias / CDs - Redação Publicado em 07/12/2010, às 11h55 - Atualizado em 08/12/2010, às 16h24

Marku Ribas

4 Loas

Mais Brasil Música

Lendário cantor volta à cena com registro fiel à sua obra

Marco Antonio ribas é figurinha marcada no cenário samba-rock desde os anos 70. Autor e intérprete de alguns clássicos suingados como “Zi Zambi” e “Zamba Bem”, Marku volta com a mesma receita – que tem como ingredientes principais seu canto amaneirado e seu violão na medida. O mineiro de Pirapora tem na bagagem musical feitos como a participação em uma música dos Rolling Stones (“Back to Zero”, do álbum Dirty Work, de 1985), o show de abertura para James Brown, as gravações com músicos de garbo de João Donato e Wilson das Neves e muita história para contar. Em 4 Loas, os neologismos, os trocadilhos, o balanço sincopado, a influência da bossa nova e do samba, está tudo ali em seu devido lugar. A música que abre o álbum, “Aurora da Revolução”, é uma prima distante de “Zamba Bem”, e a quarta canção mostra um Marku Ribas forrozeiro, guiada pelo triângulo e pelo refrão “Iracema na cena do ‘cinemá’”. Mas as que mais se destacam são a funkeada “O Mar Não Tem Cabelo” e “Daomé”. O álbum tem vigor, balanço e mostra que Marku ainda tem lenha para queimar e alguns “zambas” na manga.

PEDRO HENRIQUE ARAÙJO

Últimos Guias CDs