O Bonzo em um raro momento de inspiração

Anarquia Britânica

Guias / CDs - Redação Publicado em 11/03/2010, às 06h42 - Atualizado às 10h57

Bonzo Dog Doh-Dah Band

Anarquia Britânica

O Monty Python é chamado de “Beatles da comédia”, mas na verdade existia uma banda que foi um elo entre o Fab Four e o Monty Python. O Bonzo Dog Doh-Dah Band nasceu em escolas de arte da Inglaterra na metade dos anos 60. Tendo como principais membros Vivian Stanshall (vocal, metais), Neil Innes (vocais, guitarra, piano), “Legs” Larry Smith (bateria), Rodney Slater (metais) e Roger Ruskin Spear (metais), os Bonzos criaram algumas das mais surreais, anárquicas e absurdas gravações dos anos 60, uma mistura de jazz, music hall, avant garde e psicodelismo. Gorilla, o primeiro LP, saiu em 1967. O segundo álbum, A Doughnut in Granny’s Greenhouse, foi lançado em 1968 e mostrava o grupo mais psicodélico. O grupo ficou amigo dos Beatles, que os convidaram para participar do filme Magical Mystery Tour, tocando a música “Death Cab for Cutie”. Paul McCartney produziu “I’m the Urban Spaceman”, o maior hit do grupo. O Bonzo Dog Band foi convidado para ser a banda residente do programa infantil Do Not Adjust Your Set, que tinha a participação de Eric Idle, Terry Jones, Michael Palin e Terry Gilliam, futuros membros do Monty Python. Muitas ideias usadas pelo Python vieram dos Bonzos. O grupo ainda lançou os álbuns Tadpoles e Keynsham, mas o fim foi anunciado em 1970. Eles ainda se reuniram em 1972 e lançaram Let’s Make Up and Be Friendly, mas depois disso cada um seguiu seu rumo. O excêntrico Vivian Stanshall morreu em 1995 e os Bonzos reuniram-se brevemente em 2006. Vale procurar o box Cornology, com tudo o que os Bonzos gravaram.

Por Paulo Cavalcanti

Últimos Guias CDs