Ney Matogrosso

Atento aos Sinais

Ney Matogrosso

Guias / CDs - Antônio do Amaral Rocha Publicado em 13/11/2013, às 10h56 - Atualizado em 05/12/2013, às 16h41

Intérprete novamente ousa no repertório

O repertório de Atento aos Sinais foi testado por Ney Matogrosso ao longo de um ano, durante a turnê de mesmo nome. Comprovando que é um autêntico caçador de talentos, incluiu composições de autores desconhecidos, ou não tão divulgados, ao lado de clássicos. Nos 14 temas do CD, ganha destaque “Incêndio”, de Pedro Luiz, que parece ter sido feita especialmente para registrar o momento que o país viveu nos meses de junho e julho de 2013. No mínimo, Ney está antenado com o seu tempo, é o que se pode concluir. O tema das ruas está presente em “Rua de Passagem”, de Arnaldo Antunes e Lenine, e no antigo e modernizado samba de Paulinho da Viola, “Roendo as Unhas”. Neste, com forte presença da percussão (Marcos Suzano e Felipe Roseno), o tom moderno se dá pela pontuação da guitarra de Maurício Negão. Itamar Assumpção foi lembrado em duas faixas: “Noite Torta”, que ganhou uma versão mezzo blues, e “Isso Não Vai Ficar Assim”, com uma levada malemolente no arranjo, pontuado pelos metais de Everson Moraes e Aquiles Moraes. “Freguês da Meia-Noite”, de Criolo, ganhou uma nova dimensão pela dramaticidade que Ney imprimiu à canção. E ainda há espaço para nomes como Dani Black, Beto Boing, Jerry Espíndola, Rafael Rocha, Vitor Pirralho e Dan Nakagawa, comprovando que Ney, além de ser um intérprete-criador, é também um incansável descobridor de pérolas.

Fonte: Som Livre/ Natura Musical

Últimos Guias CDs