Bixiga 70 Meets Victor Rice Glitterbeat

Bixiga 70 Meets Victor Rice Glitterbeat

Guias / CDs - José Flavio Junior Publicado em 21/07/2016, às 10h47 - Atualizado em 27/09/2016, às 14h07

Lançado no exterior por uma gravadora alemã (exclusivamente em vinil), em celebração ao Record Store Day, o novo trabalho do Bixiga 70 amarra o ótimo momento vivido pelo conjunto instrumental paulistano nos últimos meses. Os rapazes fecharam 2015 com III., o terceiro álbum de inéditas, inaugurando em diversas listas de melhores do ano. Depois, deram sustentação ao mítico João Donato em Donato Elétrico, um dos discos mais agradáveis do primeiro semestre de 2016. E, em junho, rumaram para tocar em palco nobre do festival inglês Glastonbury. Mas quem está em evidência em The Copan Connection é Victor Rice, o produtor nova-iorquino que hoje reside em São Paulo. Colaborador constante do Bixiga, ele deu tratamento dub a sete das nove faixas de III. Foi como se Rice pegasse diamantes brutos africanos e banhasse-os em praias jamaicanas, com muitos ecos e uma infinidade de baixos e baterias em primeiro plano. E não é necessário estar sob efeito de nada para achar que faixas como “Di Dancer” (que virou “Jimmy Dub”) e “100% 13” (agora “100% Dub”) melhoraram com as intervenções caleidoscópicas de Rice.

Fonte: Glitterbeat

Últimos Guias CDs