Julian Casablancas - Phrazes for the Young

Cantor do Strokes revisita sonoridade de 20 anos atrás

Guias / CDs - Redação Publicado em 08/12/2009, às 17h55 - Atualizado às 18h43

Julian Casablancas

Phrazes for the Young

Sony Music

Agora chegou a vez de Julian Casablancas sair solo. Phrazes for the Young já chama a atenção pela escassez de faixas – são somente oito. A sonoridade é calcada na década de 80. Embora algumas faixas tenham uma certa estrutura de músicas dos Strokes (como a abertura, “Out of Blue”), o clima electro-synth-popnew- wave faz tudo soar diferente do quarteto. Isso é saudável, já que não há nada mais sem imaginação do que cantores que, em suas incursões solo, copiam a cartilha de sua banda titular. “11th Dimension” é dançante, “4 Chords of the Apocalypse” é uma parceria com Fabrizio Moretti, mas a melhor é “Left & Right in the Dark”, cuja introdução tem uma batida que remete à “This Is the Day”, do The The, uma guitarra que remete “I Ran”, do A Flock of Seagulls, e um tecladinho sinuoso de fundo que lembra os melhores momentos do The Cars. Casablancas experimenta (e não acerta) em alguns momentos (como nas batidas tortas de “Ludlow St.”), mas pelo menos termina bem com “The Tourist”. A produção (a cargo de Jason Lader) foi muito feliz na forma de gravar a voz de Julian, com a ambientação perfeita.

ANDRÉ FIORE

Últimos Guias CDs