PRODÍGIO PENSATIVO - O pequeno Michael nos anos 70
REPRODUÇÃO

Coração de Criança

Guias / CDs - Redação Publicado em 02/09/2009, às 17h03 - Atualizado às 17h17

Michael Jackson

Hello World: The Motown Solo Collection

Hip-o/Motown

Luxuosa caixa com três CDs reúne todos os registros solo do falecido Rei do Pop para a gravadora Motown no começo dos anos 70

De todas as bobagens divulgadas à farta por ocasião da morte de Michael Jackson, a mais frequente dizia que Off the Wall (1979) seria o primeiro álbum solo do cantor. O erro não é incomum, pois os quatro álbuns que o menino prodígio gravou para a Motown, Got To Be There (1971), Ben (1972), Music and Me (1973) e Forever, Michael (1975) costumam ser ignorados pela crítica e pelo público, mais afeitos aos produtos dos Jackson 5 e aos do Michael “caucasiano”. Para recuperar essa parte esquecida do cânone jacksoniano, o selo norte-americano Hip-O lança esta luxuosa caixa com três CDs que reúne todas as gravações solo de Michael para a Motown, inclusive os fonogramas dos quatro álbuns já citados e os do LP Farewell My Summer Love, montado com sobras de estúdio e lançado em 1984 para faturar em cima do fenômeno Thriller. O box segue a cartilha do soft soul que a Motown já adotava na preparação dos discos de Diana Ross. De 1971 a 1975, Michael registrou um repertório dominado por baladas doces e gentis com voz de querubim às vezes imatura, às vezes precisa, mas sempre comovente. Quem dançou de rostinho colado ao som de “Happy”, “Ben” e “Morning Glow” em 1973 tem essas canções incrustadas para sempre na memória afetiva. A bela edição documenta de forma definitiva a época em que Michael Jackson tinha de verdade um coração de criança e só precisava de boa música para cativar o público.

POR ZECA AZEVEDO

Últimos Guias CDs