Dia 16

Dia 16

Odair José

Guias / CDs - Marcos Lauro Publicado em 22/04/2015, às 12h50 - Atualizado às 12h55

Antes de tudo, vamos combinar: Odair José nunca deixou de fazer rock. Então, não dá para chamar Dia 16 de um retorno ou uma guinada em direção ao estilo. A diferença é que aqui podemos ouvir um Odair mais distorcido e que apela para rifis grudentos. O maior exemplo é a faixa homônima, que abre o disco com uma típica pegada hard rock setentista. Depois vem “Fera”, que é puro Rolling Stones, menos pesada do que “Dia 16”, mas que também agrada aos ouvidos roqueiros. Os tabus, sempre presentes na obra de Odair, aparecem em “A Moça e o Velho”, sobre um relacionamento com grande diferença de idade. Isso é a tal “atitude rock”.

Fonte: Saravá Discos

Últimos Guias CDs