Musa dos anos 80, Cindy Lauper cai no blues
Divulgação

DIVAS POP

Guias / CDs - Redação Publicado em 08/09/2010, às 08h48 - Atualizado às 08h49

Talvez ninguém esperasse que algum dia Cyndi Lauper viesse a aparecer com um disco de soul e blues. Mas essa é justamente a proposta de Memphis Blues (Lab344). A musa dos anos 80 não inventa nada, e essa é que é a graça. Cantando de forma madura, focada e com intensidade, Lauper se aventura por standards do gênero (“Crossroads”, “Rollin’ and Tumblin’”) e por canções menos conhecidas, mas também boas. B.B. King, Allen Toussaint e Johnny Lang foram convocados para emprestar autenticidade ao projeto, mas nem precisava. Cyndi dá conta do recado.

A norte-americana Stacey Kent já cantou standards da canção americana e até música brasileira. Agora ela envereda pela múica francesa em Raconte-Moi (EMI). “C’est le Printemps”, “Les Vacances au Bord de la Mer” são algumas das melhores faixas deste álbum suave e caloroso.

Toni Braxton deveria ter se apresentado no Brasil no ano passado, mas cancelou para completar seu novo álbum. Pulse, que sai agora pela Atlantic/Warner, é o primeiro disco da estrela do R&B em cinco anos. Baladas como “Woman” e “If I Have to Wait” dominam o disco, mas também sobra espaço para faixas balançadas como “Wardrobe”.

Últimos Guias CDs