-

Fade

Yo la Tengo

Guias / CDs - José Júlio do Espírito Santo Publicado em 14/02/2013, às 13h04 - Atualizado às 13h07

Trio norte-americano discute a longevidade das relações amorosas

Ao longo de quase três décadas, o Yo la Tengo conseguiu burilar a identidade com dois princípios seguidos à risca: o uso de dissonâncias em prol de belas melodias e composições que primordialmente devem agradar à banda. Fade é o mais delicado álbum do Yo la Tengo. As interferências tornam-se subliminares em baladas suaves, e temas como a tolerância, a insegurança e o arrefecimento de relações permeiam o novo trabalho. “Ohm”, que abre o disco com percussão eletrônica tímida, é exemplar. Após trabalhar com o produtor Roger Moutenot desde 1993, o Yo la Tengo chamou John McIntire (baterista do Tortoise) para produzir o álbum. Em parte, é graças a ele o arranjo de cordas e sopros que surgem em “Is That Enough” e “Before We Run”, que fecha o disco. Fade não chega perto de clássicos como Painful ou I Can Hear the Heart Beating as One, mas ganha pela delicadeza.

Fonte: Matador

Últimos Guias CDs