Father, Son, Holy Ghost

Father, Son, Holy Ghost

Girls

Guias / CDs - GAÍA PASSARELI Publicado em 13/10/2011, às 11h29 - Atualizado às 11h36

Dupla formada por Christopher Owens e Chet “JR” White acerta novamente

O belíssimo terceiro trabalho do duo norte-americano (o primeiro é o debute Album, de 2009, o segundo é o EP Broken Dreams Club, de 2010) abre muito bem com “Honey Bunny”. Nessa canção, singela, estão todos os elementos diluídos em suas próximas dez faixas: boas melodias, nostalgia, guitarras, letras confessionais e a voz miúda de Christopher Owens. Father, Son, Holy Ghost foi lançado com status de disco indie importante via internet, aproveitando canais musicais como o Hype Machine e vem se juntar à variada lista de bons discos lançados neste ano. O primeiro single é “Vomit”, espécie de digestão tardia de um relacionamento mal resolvido de Owens com sua primeira namorada em Los Angeles. Destaques para as guitarras de “Die”, os corais em “Myma” e “Love Life” e a tranquilidade de “Just a Song”. Mas o melhor do disco é a capacidade de Owens de criar tristes canções pop envoltas em belos arranjos. O próprio expressou desejo de enviar suas músicas para gente como Beyoncé e Justin Bieber. Engraçado seria ver Bieber cantar com honestidade dolorida algo como “Forgiveness”.

Fonte: Lab344

Últimos Guias CDs