Flaming Lips

Guias / CDs - Redação Publicado em 11/03/2010, às 05h55 - Atualizado às 10h50

Flaming Lips

The Dark Side of the Moon

Warner

Wayne Coyne e sua trupe refazem álbum clássico com ajuda de amigos

A banda mais psicodélica, maluca e dona de uma criatividade infindável surgida nos Estados Unidos nos últimos 20 anos gravando The Dark Side of the Moon, do Pink Floyd, clássico dos clássicos da psicodelia, é para deixar aficionados por esse gênero em uma good trip. Coloque na poção participações do durão Henry Rollins tomando conta dos diálogos que surgem a todo momento (inclusive as risadas diabólicas), a desbocada Peaches e uma banda chamada Stardeath and the White Dwarfs (do sobrinho de Wayne Coyne) e a viagem ficará mais, hum, interessante. Mas o Flaming Lips acabou exagerando na dose e, em algumas músicas, perdeu a linha a ponto de descaracterizá-las excessivamente – como na abertura “Speak to Me/Breathe” e “On the Run”. “Money”, transformada em um krautrock com vocal metalizado; Peaches fazendo genialmente as vezes de Clare Torry em “The Great Gig in the Sky” e o clima religioso impresso pelos teclados na viajandona “Us and Them”, no entanto, balanceiam o barato sonoro.

Leonardo Dias Pereira

Últimos Guias CDs