Cloud Nothings

Here and Nowhere Else

Cloud Nothings

Guias / CDs - Pablo Miyazawa Publicado em 09/04/2014, às 06h50 - Atualizado às 06h53

Em terceiro álbum, projeto de Dylan Baldi soa confiante e otimista

Dylan Baldi, o jovem fundador do Cloud Nothings, é um tipo de prodígio que só poderia existir nestes tempos em que a tecnologia é determinante no modo como escutamos música. Sem levar tão a sério a bandeira do “faça você mesmo”, ele começou a compor e gravar sozinho no quarto, ainda pré-adolescente – de um jeito mambembe, meio sem querer, colocou as faixas na internet e se espantou quando virou hype no underground online sem nem ao menos ter uma banda formada. Mas, apesar do tipo de sucesso que só a época atual permite, o som elaborado por ele não poderia ser mais antiquado: apelo punk, guitarras lo-fi estridentes, ritmos quebrados e refrãos deliciosos, gritados e esganiçados. Agora com 22 anos, o tímido Baldi parece mais confiante das próprias capacidades – o que não significa que a banda tenha deixado de soar como se tocasse em uma garagem quente e apertada, querendo que o mundo lá fora se exploda. Se o raivoso Attack of Memory (2012) já empolgava, Here and Nowhere Else consegue soar ainda mais febril e intenso. E, apesar da rispidez dos riffs e da angústia latente na voz de Baldi, não há como não sentir em músicas como “I’m Not Part of Me”, “Just See Fear” e “Psychic Trauma” um fio de esperança de que o rock tem futuro, sim, no fim das contas.

Fonte: Carpark/Mom + Pop

Últimos Guias CDs