Divulgação

Herod Layne

Guias / CDs - Redação Publicado em 14/10/2010, às 18h05 - Atualizado às 18h06

Herod Layne

Absentia

Sinewave/Dissenso

Ruídos estudados em clima introspectivo são marca da banda de post-rock

O segundo álbum do quarteto Herod Layne não destoa de seus trabalhos anteriores – o EP Walking the Valley e o álbum In Between Dust Conditions, ambos de 2008 – com texturas climáticas surgidas da distorção. É inegável a saudável influência de bandas como Mogwai ou Godspeed You! Black Emperor, principalmente nos crescendos sujos e melancólicos de “Deserts” e “The Unsung Hero”, que abre o disco como uma trilha sonora pós-hecatombe. Até mesmo Sonic Youth ecoa em faixas como “300-Megaton Lullaby”, a única música do disco com vocal e a menos distante do mundo pop. A banda paulistana, porém, consegue salvaguardar a identidade nos detalhes. Interferências sonoras aos poucos invadem a calma faixa-título, tirando-a de um chavão post-rock enquanto que um inusitado sample da antiga canção francesa “Au Clair de la Lune” é encoberto por camadas de guitarra em “Apprivoisé”, uma das melhores do novo álbum.

José Julio do Espírito Santo

Últimos Guias CDs